Lula desiste de receber homenagem da Inconfidência em Minas

O ex-presidente Lula não irá à cerimônia da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), no próximo dia 21; de acordo com a assessoria do Instituto Lula, a desistência não tem relação com as delações premiadas da Odebrecht; um dos motivos pela recusa do petista seria o fato de ele já ter recebido o Grande Colar, grau máximo da Medalha da Inconfidência, em 2003; naquele ano, Lula obteve a homenagem do então governador Aécio Neves (PSDB)

Lula
Lula (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá à cerimônia da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), no próximo dia 21. A informação é da assessoria do Instituto Lula. O petista seria homenageado na solenidade de entrega da Medalha da Inconfidência a convite do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).

De acordo com o instituto, a desistência não tem relação com as delações premiadas da Odebrecht que se tornaram públicas. Um dos motivos pela recusa do ex-presidente seria o fato de ele já ter recebido o Grande Colar, grau máximo da Medalha da Inconfidência, em 2003. Naquele ano, Lula obteve a homenagem do então governador Aécio Neves (PSDB).

Criada em 1952 por Juscelino Kubitschek, a Medalha da Inconfidência tem quatro graus de designações - Grande Colar, Grande Medalha, Medalha de Honra e Medalha da Inconfidência. A maior honraria concedida pelo Estado de Minas Gerais costuma homenagear políticos, militares, juristas, advogados e outras autoridades.

Os nomes dos homenageados são escolhidos pelo Conselho da Medalha, formado por representantes dos Três Poderes e por entidades civis.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247