Lula: ‘Nada nesse mundo vai me tirar de perto do povo’

Em discurso em Barbalha, no Ceará, ex-presidente Lula diz estar "ofendido e magoado" com a decisão que o torna réu na Lava Jato pelo caso do apartamento no Guarujá; "Ofendido porque eu nunca imaginei que aos 71 anos de idade, estaria tendo a vida futucada por uns meninos do MPF"; segundo Lula, "cada eleição é hora de inventar uma história", e "agora querem acabar com o PT"; "13 anos de governo do PT foi demais para eles", afirmou; otimista, em campanha pela candidatura de Fernando Santana na cidade, o petista assegurou: "Não pensem que nada nesse mundo vai me tirar de perto do povo do Brasil"

Em discurso em Barbalha, no Ceará, ex-presidente Lula diz estar "ofendido e magoado" com a decisão que o torna réu na Lava Jato pelo caso do apartamento no Guarujá; "Ofendido porque eu nunca imaginei que aos 71 anos de idade, estaria tendo a vida futucada por uns meninos do MPF"; segundo Lula, "cada eleição é hora de inventar uma história", e "agora querem acabar com o PT"; "13 anos de governo do PT foi demais para eles", afirmou; otimista, em campanha pela candidatura de Fernando Santana na cidade, o petista assegurou: "Não pensem que nada nesse mundo vai me tirar de perto do povo do Brasil"
Em discurso em Barbalha, no Ceará, ex-presidente Lula diz estar "ofendido e magoado" com a decisão que o torna réu na Lava Jato pelo caso do apartamento no Guarujá; "Ofendido porque eu nunca imaginei que aos 71 anos de idade, estaria tendo a vida futucada por uns meninos do MPF"; segundo Lula, "cada eleição é hora de inventar uma história", e "agora querem acabar com o PT"; "13 anos de governo do PT foi demais para eles", afirmou; otimista, em campanha pela candidatura de Fernando Santana na cidade, o petista assegurou: "Não pensem que nada nesse mundo vai me tirar de perto do povo do Brasil" (Foto: Gisele Federicce)

Ceará 247 – O ex-presidente Lula afirmou em discurso em Barbalha, no Ceará, nesta quarta-feira 21, que está "ofendido e magoado" com a decisão do juiz Sérgio Moro que o torna réu na Lava Jato pelo caso do apartamento no Guarujá. "Ofendido porque eu nunca imaginei que aos 71 anos de idade, estaria tendo a vida futucada por uns meninos do MPF", provocou.

Acompanhado do governador Camilo Santana (PT) e do deputado José Guimarães (PT-CE), em ato pela candidatura de Fernando Santana para prefeito na cidade, Lula diz que os procuradores tentam criminalizar o PT. "Cada eleição é hora de inventar uma história. Eles agora querem acabar com o PT. Eles precisam destruir o PT", afirmou. "13 anos de governo do PT foi demais para eles", acrescentou.

A intenção, de acordo com Lula, é afastá-lo da política em 2018. "Além de afastar Dilma, eles sabiam que tinham que 'cuidar' do Lula. 'Se esse Lula se mete a ser candidato de novo, vai ser ruim pra nós'", disse, em uma indicação sobre o que pensaria o Ministério Público.

Otimista, o petista assegurou: "Não pensem que nada nesse mundo vai me tirar de perto do povo do Brasil". E mostrou acreditar na Justiça. "Fiquem tranquilos, a história vai julgar cada um de nós".

Assista a íntegra do discurso:

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247