Mabel trai confiança de Temer e arruma crise

Deputado não cumpre palavra dada ao vice-presidente e entra com recurso no STF para anular vitória de Eduardo Cunha. Mabel também se vê em outra saia justa: Dona Iris, sua colega de partido, teria votado em Cunha; atitude mostra que parlamentar pode sofrer no PMDB goiano assim como Vanderlan

Mabel trai confiança de Temer e arruma crise
Mabel trai confiança de Temer e arruma crise
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O deputado federal por Goiás Sandro Mabel (PMDB) continua firme em seu propósito de arranjar crise dentro do partido. O vice-presidente Michel Temer está “decepcionadíssimo” com Mabel porque o parlamentar goiano recorreu ao STF para anular a vitória do colega Eduardo Cunha (RJ) na disputa pela liderança do partido na Câmara Federal. A informação é da coluna Panorama Político, de Ilimar Franco, no Jornal O Globo.

A revolta de Temer existe porque ele próprio costurou um acordo entre Mabel e Cunha para que o perdedor não fosse revidar e consequentemente não recorresse à Justiça. Mas, com Mabel na jogada as coisas não ficam tão tranquilas. 

Esta crise ganha contornos maiores de traição, pois foi Temer que deu abrigo a Mabel no PMDB quando o deputado foi praticamente expulso do PR. Algumas lideranças peemedebistas era contra a filiação do “homem das bolachas”, mas Temer bancou a chegada do amigo.

No mandado de segurança que entrou no STF, Mabel diz que a eleição foi irregular porque teve a participação de dois deputados empossados ilegalmente. Segundo o parlamentar goiano, a vitória só foi possível após manobra política que resultou na posse dos deputados Marcelo Guimarães Filho (PMDB-BA) e Leomar Quintanilha (PMDB-TO).

Crise local

Não bastasse a crise com os tubarões do partido, Mabel ainda tem que enfrentar o fogo amigo dos companheiros de Goiás. Informação da coluna Giro de O Popular diz que deputados goianos testemunharam o grupo de Eduardo Cunha comemorando o voto favorável de Iris de Araújo.

Dona Iris não teria votado no colega recém-chegado ao partido, mostrando que no PMDB de Goiás os novatos sofrem para ganhar espaço. Basta ver o que aconteceu com Vanderlan Cardoso, que chegou como estrela na legenda e saiu pela porta dos fundos.

Esposa de Iris e uma das lideranças e conhecida por ser vaidoso e captar todos os holofotes pra si, Dona Iris não teria aceitado o protagonismo de Mabel. E para dar um recado ao “amigo” votou em Eduardo Cunha.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247