Maior propina da história rende a Geddel 60 dias de suspensão

O diretório nacional do PMDB comunicou oficialmente há pouco o afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima por 60 dias a contar de hoje; ele está preso em Brasília desde sexta-feira (9), após a Polícia Federal achar R$ 51 milhões em um apartamento emprestado ao baiano em Salvador; Geddel pediu licença de suas funções como primeiro-secretário da direção nacional da sigla, e já está afastado da presidência do PMDB na Bahia há dois meses, quando foi preso pela primeira vez

O diretório nacional do PMDB comunicou oficialmente há pouco o afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima por 60 dias a contar de hoje; ele está preso em Brasília desde sexta-feira (9), após a Polícia Federal achar R$ 51 milhões em um apartamento emprestado ao baiano em Salvador; Geddel pediu licença de suas funções como primeiro-secretário da direção nacional da sigla, e já está afastado da presidência do PMDB na Bahia há dois meses, quando foi preso pela primeira vez
O diretório nacional do PMDB comunicou oficialmente há pouco o afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima por 60 dias a contar de hoje; ele está preso em Brasília desde sexta-feira (9), após a Polícia Federal achar R$ 51 milhões em um apartamento emprestado ao baiano em Salvador; Geddel pediu licença de suas funções como primeiro-secretário da direção nacional da sigla, e já está afastado da presidência do PMDB na Bahia há dois meses, quando foi preso pela primeira vez (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O diretório nacional do PMDB comunicou oficialmente há pouco o afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima por 60 dias a contar de hoje. Ele está preso em Brasília desde sexta-feira (9), após a Polícia Federal achar R$ 51 milhões em um apartamento emprestado ao baiano em Salvador.

Geddel pediu licença de suas funções como primeiro-secretário da direção nacional da sigla, e já está afastado da presidência do PMDB na Bahia há dois meses, quando foi preso pela primeira vez.

A licença de Geddel foi costurada com dirigentes do partido, em uma tentativa de isolar a crise aberta pela prisão do ex-ministro e amenizar a contaminação do presidente Michel Temer pelo episódio.

O diretório estadual do PMDB já discute a expulsão do ex-ministro

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247