Maioria da Assembleia é contra transposição do Rio Tocantins

A maioria dos deputados do Tocantins se posicionou contra o projeto de transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco, que tramita no Congresso Nacional. O parlamentar Wanderlei Barbosa (SD) apresentou um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para debater o tema na Casa; a matéria tramita em regime de urgência e precisa ser aprovada na ordem do dia da próxima sessão; de acordo com o requerimento, serão convidados para a reunião representantes de órgãos como o MP-TO e a Defensoria Pública, além da bancada federal do Estado e prefeitos

A maioria dos deputados do Tocantins se posicionou contra o projeto de transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco, que tramita no Congresso Nacional. O parlamentar Wanderlei Barbosa (SD) apresentou um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para debater o tema na Casa; a matéria tramita em regime de urgência e precisa ser aprovada na ordem do dia da próxima sessão; de acordo com o requerimento, serão convidados para a reunião representantes de órgãos como o MP-TO e a Defensoria Pública, além da bancada federal do Estado e prefeitos
A maioria dos deputados do Tocantins se posicionou contra o projeto de transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco, que tramita no Congresso Nacional. O parlamentar Wanderlei Barbosa (SD) apresentou um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para debater o tema na Casa; a matéria tramita em regime de urgência e precisa ser aprovada na ordem do dia da próxima sessão; de acordo com o requerimento, serão convidados para a reunião representantes de órgãos como o MP-TO e a Defensoria Pública, além da bancada federal do Estado e prefeitos (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - A maioria dos deputados do Tocantins se posicionou contra o projeto de transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco, que tramita no Congresso Nacional. O parlamentar Wanderlei Barbosa (SD) apresentou um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para debater o tema na Casa. A matéria tramita em regime de urgência e precisa ser aprovada na ordem do dia da próxima sessão. De acordo com o requerimento, serão convidados para a reunião representantes de órgãos como o Ministério Público (MP-TO) e a Defensoria Pública, além da bancada federal do Estado e prefeitos. Conforme a proposta em análise no Congresso, o rio, com 2.416 quilômetros de extensão, seja interligado até chegar na barragem de Sobradinho, onde alcançaria e revitalizaria o São Francisco, curso de água também em transposição, ajudando no abastecimento da Região Nordeste.

“O projeto já está no Senado”, informou o presidente da Assembleia, deputado Mauro Carlesse (PHS), ao lembrar que a proposta já passou pela Câmara dos Deputados. “O que eu fico indignado é que ninguém viu. Não vejo governador, senador ou deputado federal se manifestar sobre isso. Só os deputados estaduais. A defesa está por nossa conta”, acrescentou.

Carlesse defendeu a aprovação de um projeto de sua autoria que dificultaria a transposição. O projeto dele proíbe o uso de águas de rios estaduais, como os das nascentes do Tocantins, para uso em transposição de rios federais.

O deputado Valdemar Júnior (PMDB) observou que as nascentes do Tocantins na região sudeste do Estado têm perdido volume a cada ano. “Que nos perdoem os nordestinos, mas, se não cuidaram de lá, nós temos a obrigação de cuidar do que é nosso”, comentou.

 

 

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247