Maioria dos tucanos não conhece Doria, diz pesquisa

Apesar da megaexposição midiática, o prefeito de São Paulo, João Doria, ainda é desconhecido entre os eleitores do próprio partido, indica uma nova pesquisa; segundo o levantamento, a maior parte dos eleitores potenciais dos três presidenciáveis tucanos não sabe quem é Doria; entre 49% a 52% daqueles que votariam com certeza ou poderiam votar em José Serra, Aécio Neves e Geraldo Alckmin disseram ao Ibope que não conhecem suficientemente o prefeito dpaulista para opinar sobre ele; só 18% do eleitorado de Serra, 19% do de Aécio e 26% do de Alckmin também votariam certamente ou poderiam votar em Doria

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), durante entrevista à Reuters 04/04/2017 2017. REUTERS/Nacho Doce
Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), durante entrevista à Reuters 04/04/2017 2017. REUTERS/Nacho Doce (Foto: Giuliana Miranda)

SP 247 - O prefeito de São Paulo (PSDB), João Doria, segue desconhecido para a maior parte dos eleitores de seu próprio partido, indica uma nova pesquisa Ibobe. 

A maior parte dos eleitores potenciais dos três presidenciáveis tucanos não sabe quem é João Doria. De 49% a 52% daqueles que votariam com certeza ou poderiam votar em José Serra, Aécio Neves e Geraldo Alckmin disseram ao Ibope que não conhecem suficientemente o prefeito de São Paulo para opinar sobre ele. Só 18% do eleitorado de Serra, 19% do de Aécio e 26% do de Alckmin também votariam certamente ou poderiam votar em Doria.

Mais tucanos dizem o contrário: 23% a 28% desse eleitorado potencial dos caciques não votaria em Doria de jeito nenhum.

As informações são de reportagem de José Roberto Toledo no Estado de S.Paulo.

"Apesar de sua exposição como apresentador do Aprendiz e nas mídias tradicional e social desde que venceu em São Paulo, a versão tucana de Donald Trump ainda terá que se expor muito para seu eleitorado ser nacional. Em tempos de antipolítica, é uma oportunidade.

O eleitor potencial de Doria é muito concentrado no Sudeste (25% de potencial nessa região, contra apenas 9% no Nordeste e 10% no Sul), nas grandes cidades (20% a 14% em comparação às pequenas), entre os com mais tempo de escola (30% entre quem fez faculdade, contra 12% entre quem só fez o Fundamental) e entre os mais ricos (33% de potencial, contra 12% entre os mais pobres).

Em compensação, a rejeição ao neotucano não é especialmente alta em nenhum segmento do eleitorado. No máximo, chega a 40% entre os homens e a 39% no Nordeste. Seu padrinho político, Alckmin tem 60% de rejeição entre os nordestinos, por exemplo. Na média nacional, Doria é rejeitado por 36% e desconhecido por 48%."

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247