Mais de 20 presidentes confirmam presença na Copa

Palácio do Planalto já recebeu a confirmação de 21 mandatários e chefes de Estado que virão à Copa do Mundo nas próximas semanas; além da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que já havia confirmado presença para a partida entre o seu país e Portugal em Salvador, no próximo dia 16, também deverão vir ao Brasil Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU; maioria das autoridades virá ao Brasil para assistir ao jogo de abertura do Mundial, na próxima quinta-feira (12), no Itaquerão, em São Paulo

Palácio do Planalto já recebeu a confirmação de 21 mandatários e chefes de Estado que virão à Copa do Mundo nas próximas semanas; além da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que já havia confirmado presença para a partida entre o seu país e Portugal em Salvador, no próximo dia 16, também deverão vir ao Brasil Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU; maioria das autoridades virá ao Brasil para assistir ao jogo de abertura do Mundial, na próxima quinta-feira (12), no Itaquerão, em São Paulo
Palácio do Planalto já recebeu a confirmação de 21 mandatários e chefes de Estado que virão à Copa do Mundo nas próximas semanas; além da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que já havia confirmado presença para a partida entre o seu país e Portugal em Salvador, no próximo dia 16, também deverão vir ao Brasil Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU; maioria das autoridades virá ao Brasil para assistir ao jogo de abertura do Mundial, na próxima quinta-feira (12), no Itaquerão, em São Paulo (Foto: Valter Lima)

247 - O Palácio do Planalto já recebeu a confirmação de 21 mandatários e chefes de Estado que virão à Copa do Mundo nas próximas semanas. Além da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que já havia confirmado presença para a partida entre o seu país e Portugal em Salvador, no próximo dia 16, também deverão vir ao Brasil Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU.

A maioria das autoridades virá ao Brasil para assistir ao jogo de abertura do Mundial, na próxima quinta-feira (12), no Itaquerão, em São Paulo. A partida, entre Brasil e Croácia, será assistida pela presidente do Chile, Michelle Bachelet, pelo primeiro-ministro croata, Zorán Milanovic, pelo presidente do Uruguai, José Mujica, e outros nove mandatários.

Já o presidente russo, Vladimir Putin, virá ao Brasil para a reunião dos Brics, que acontecerá em Fortaleza, a partir do dia 14 de julho. Ele assistirá à final no Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 13 daquele mês.

Veja a lista de quem deverá visitar o Brasil para a Copa e quais partidas assistirão:

- Angela Merkel - chanceler da Alemanha (Alemanha x Portugal, Salvador, 16.jun)
- Rei Filipe e rainha Mathilde - Bélgica (Bélgica x Rússia, Rio de Janeiro, 22.jun)
- Elio di Rupo - primeiro-ministro da Bélgica (Bélgica x Rússia, Rio de Janeiro, 22.jun)
- Michelle Bachelet - presidente do Chile (abertura e Chile x Austrália, Cuiabá, 13.jun)
- Zorán Milanovic - primeiro ministro da Croácia (abertura e Croácia x Camarões, Manaus, 18.jun)
- Rafael Corrêa - presidente do Equador (abertura)
- Joe Biden - vice-presidente dos EUA (EUA x Gana, Natal, 16.jun)
- John Dramani Mahama - presidente de Gana (abertura)
- Juan Orlando Hernández - presidente de Honduras (Honduras x França, Porto Alegre, 15.jun)
- Guilherme Alexandre - rei da Holanda (Holanda x Austrália, Porto Alegre, 18.jun)
- Vladimir Putin - presidente da Rússia (Final, Rio de Janeiro, 13.jul)
- José Mujica - presidente do Uruguai (abertura)
- Alberto II - príncipe de Mônaco (Argentina x Bósnia, Rio de Janeiro, 15.jun e Coréia x Bélgica, São Paulo, 26.jun)
- Tamin Bin Hamad al-Thani - emir do Catar (abertura)
- Desiré Bouterse - presidente do Suriname (abertura)
- José Eduardo dos Santos - presidente de Angola (abertura)
- Evo Morales - presidente da Bolívia (abertura)
- Ali Bongo Odimba - presidente do Gabão (abertura)
- Horácio Cartes - presidente do Paraguai (abertura)
- Uruhu Kenyatta - presidente do Quênia (uma das semifinais e a final)
- Ban Ki-Moon - secretário-geral da ONU (abertura)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247