Mais Médicos: Bahia terá 144 na primeira etapa

Segundo o Ministério da Saúde, 144 profissionais confirmaram participação no programa Mais Médicos para a Bahia, em 63 municípios dos 417 que compõem o Estado; do total, 103 são formados no Brasil e 41 têm registro profissional estrangeiro; Salvador receberá quase um terço dos profissionais, com 49 médicos, 32 deles formados no Brasil, e 15 no exterior; 49 municípios em regiões de extrema pobreza vão ser contemplados; a região Nordeste teve a maior cobertura de profissionais do programa, com 261 cidades com médicos já confirmados

Segundo o Ministério da Saúde, 144 profissionais confirmaram participação no programa Mais Médicos para a Bahia, em 63 municípios dos 417 que compõem o Estado; do total, 103 são formados no Brasil e 41 têm registro profissional estrangeiro; Salvador receberá quase um terço dos profissionais, com 49 médicos, 32 deles formados no Brasil, e 15 no exterior; 49 municípios em regiões de extrema pobreza vão ser contemplados; a região Nordeste teve a maior cobertura de profissionais do programa, com 261 cidades com médicos já confirmados
Segundo o Ministério da Saúde, 144 profissionais confirmaram participação no programa Mais Médicos para a Bahia, em 63 municípios dos 417 que compõem o Estado; do total, 103 são formados no Brasil e 41 têm registro profissional estrangeiro; Salvador receberá quase um terço dos profissionais, com 49 médicos, 32 deles formados no Brasil, e 15 no exterior; 49 municípios em regiões de extrema pobreza vão ser contemplados; a região Nordeste teve a maior cobertura de profissionais do programa, com 261 cidades com médicos já confirmados (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Dados do Ministério da Saúde informam que 144 profissionais confirmaram participação no programa Mais Médicos para a Bahia, em 63 municípios dos 417 que compõem o Estado. Do total, 103 médicos são formados no Brasil e 41 têm registro profissional estrangeiro.

Salvador receberá quase um terço dos profissionais, com 49 médicos, 32 deles formados no Brasil, e 15 no exterior. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, 49 municípios em regiões de extrema pobreza vão ser contemplados.

O número de vagas preenchidas, porém, equivale a 10% da demanda dos municípios baianos, que solicitaram 1.382 médicos para a atenção básica no Sistema Único de Saúde (SUS). Na lista, cidades como Esplanada, Filadélfia, Lapão, Paratinga, Tapiramutá e Lagedo do Tabocal.

O ministério ainda informou que dos 1.618 médicos confirmados em todos os estados do Brasil na primeira seleção do programa, 1.096 já atuam no país, 358 são estrangeiros e 164 são brasileiros graduados no exterior. A pasta espera que cerca de 6,5 milhões de usuários do SUS sejam beneficiados.

O Nordeste teve a maior cobertura de profissionais do programa, com 261 cidades com médicos já confirmados. Depois, vêm as regiões Sul (103), Sudeste (101), Norte (78) e Centro-Oeste (36). Dos 18 distritos indígenas que receberão médicos, 15 estão no Norte, um no Nordeste e dois no Centro-Oeste.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email