Manchester City vence Bristol e vai à final da Copa da Liga

O Manchester City alcançou a final da Copa da Liga, destruindo as esperanças do Bristol City, da segunda divisão, quando o líder do Campeonato Inglês venceu por 3 x 2, após fazer 2 x 1 no jogo de ida; o City parecia se encaminhar para uma vitória tranquila ao abrir 2 x 0 com gols de Leroy Sane e Sergio Aguero, mas o rival então se recuperou

O Manchester City alcançou a final da Copa da Liga, destruindo as esperanças do Bristol City, da segunda divisão, quando o líder do Campeonato Inglês venceu por 3 x 2, após fazer 2 x 1 no jogo de ida; o City parecia se encaminhar para uma vitória tranquila ao abrir 2 x 0 com gols de Leroy Sane e Sergio Aguero, mas o rival então se recuperou
O Manchester City alcançou a final da Copa da Liga, destruindo as esperanças do Bristol City, da segunda divisão, quando o líder do Campeonato Inglês venceu por 3 x 2, após fazer 2 x 1 no jogo de ida; o City parecia se encaminhar para uma vitória tranquila ao abrir 2 x 0 com gols de Leroy Sane e Sergio Aguero, mas o rival então se recuperou (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRISTOL, Inglaterra (Reuters) - O Manchester City alcançou a final da Copa da Liga, destruindo as esperanças do Bristol City, da segunda divisão, nesta terça-feira, quando o líder do Campeonato Inglês venceu por 3 x 2, após fazer 2 x 1 no jogo de ida.

O City parecia se encaminhar para uma vitória tranquila ao abrir 2 x 0 com gols de Leroy Sane e Sergio Aguero, mas o rival então se recuperou.

Marlon Pack diminuiu e Aden Flint fez 2 x 2 nos acréscimos, deixando a equipe a um gol de forçar a prorrogação.

E houve tempo para mais um gol, mas, infelizmente para o time da segunda divisão, foi marcado por Kevin De Bruyne, o que colocou o City na final para enfrentar Arsenal ou Chelsea na final em 25 de fevereiro.

Por Toby Davis em Londres

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247