Manifestantes fecham a Dutra contra reforma da Previdência

No dia nacional de manifestações contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer, manifestações bloquearam a rodovia Presidente Dutra (BR-116) do km 212 ao km 214, na altura de Guarulhos, no sentido São Paulo; fogo foi apagado por volta das 9h; professores da rede municipal de São Paulo também aderiram à paralisação e algumas escolas estão sem aula nesta segunda-feira

No dia nacional de manifestações contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer, manifestações bloquearam a rodovia Presidente Dutra (BR-116) do km 212 ao km 214, na altura de Guarulhos, no sentido São Paulo; fogo foi apagado por volta das 9h; professores da rede municipal de São Paulo também aderiram à paralisação e algumas escolas estão sem aula nesta segunda-feira
No dia nacional de manifestações contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer, manifestações bloquearam a rodovia Presidente Dutra (BR-116) do km 212 ao km 214, na altura de Guarulhos, no sentido São Paulo; fogo foi apagado por volta das 9h; professores da rede municipal de São Paulo também aderiram à paralisação e algumas escolas estão sem aula nesta segunda-feira (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - No dia nacional de manifestações contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer, manifestações bloquearam a rodovia Presidente Dutra (BR-116) do km 212 ao km 214, na altura de Guarulhos, no sentido São Paulo.

O fogo foi apagado por volta das 9h. Professores da rede municipal de São Paulo também aderiram à paralisação e algumas escolas estão sem aula nesta segunda-feira. 

Em Santo André, ônibus municipais e intermunicipais não saíram dos terminais, assim como os trólebus em São Bernardo do Campo. Em Guarulhos, a paralisação atrasa a saída dos ônibus e passageiros ficam sem transporte. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247