Manifestantes pressionam deputados federais contra Reforma Trabalhista

Lideranças sindicais de várias categorias participaram, na madrugada de hoje, de vigília no Aeroporto de Fortaleza. Entre 04:30h e 07:00h foram abordados 10 deputados e deputadas federais que embarcavam para Brasília. O objetivo dos manifestantes era pressionar os parlamentares a votar contra o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas

Lideranças sindicais de várias categorias participaram, na madrugada de hoje, de vigília no Aeroporto de Fortaleza. Entre 04:30h e 07:00h foram abordados 10 deputados e deputadas federais que embarcavam para Brasília. O objetivo dos manifestantes era pressionar os parlamentares a votar contra o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas
Lideranças sindicais de várias categorias participaram, na madrugada de hoje, de vigília no Aeroporto de Fortaleza. Entre 04:30h e 07:00h foram abordados 10 deputados e deputadas federais que embarcavam para Brasília. O objetivo dos manifestantes era pressionar os parlamentares a votar contra o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas (Foto: Fatima 247)

Lideranças sindicais de várias categorias participaram, na madrugada de hoje, de vigília no Aeroporto de Fortaleza. Entre 04:30h e 07:00h foram abordados 10 deputados e deputadas federais que embarcavam para Brasília. O objetivo dos manifestantes era pressiona os parlamentares para votar contra o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas.

Entre os deputados que passaram pelo Aeroporto Pinto Martins, nesta madrugada, havia parlamentares da oposição e da situação. Os manifestantes afirmam que não darão trégua aos parlamentares que votarem contra os direitos dos trabalhadores.

O primeiro deputado a chegar no Aeroporto Pinto Martins foi Raimundo Gomes de Matos (PSDB), que passou rapidamente entre os manifestantes em direção ao portão de embarque. Confira o vídeo divulgado pelos organizadores da manifestação.

 

Também a deputada Gorete Pereira (PR)  e o deputado Ronaldo Martins  (PRB)foram abordados. Ambos integram a base de apoio do governo Temer. O grupo de sindicalistas conversou ainda Chico Lopes (PCdoB) e André Figueiredo (PDT)  que fazem oposição às reformas propostas por Michel Temer, em apoio à luta dos trabalhadores.

As principais centrais sindicais, entre elas CUT, CTB, Força Sindical e Conlutas, juntamente com as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo estão desenvolvendo intensa agenda de mobilização contra as reformas propostas por Michel Temer e para a construção da greve geral, marcada para o próximo dia 228 de abril. 

Além da manifestação no aeroporto, houve também hoje, panfletagem em portas de fábricas. A agenda de mobilização prossegue por toda esta e a próxima semana, em vários pontos de Fortaleza. As centrais estão orientando os Sindicatos a fazer colagem de cartazes/pinturas ecolocar carros de som nas ruas, convocando a Greve Geral e criar programações que serão agregadas à programação gera. De acordo com a agenda, os Sindicatos devem também realizar Assembleias Gerais até quinta dia (20), para aprovação da Greve Geral. No próximo dia 25 deverá haver uma plenária geral com todas as entidades, para deliberação da greve.

Confira a agenda desta semana:

17/Abril - Segunda

17 horas - Panfletagem Metro (Pça. da Lagoinha)

18/Abril -Terça

4h30min AEROPORTO (Saida dos Parlamentares a Brasilia)

10h - Guararapes 

6h30min - Panfletagem HGF (Hospital Geral de Fortaleza)

11h às 13 h - Panfletagem Ed. SEDE da CEF

15h Grendene - 

19/Abril - Quarta

6h30m - Panfletagem BOCA DE RUA (R. Gen. Sampaio com Liberato Barroso)

12 horas - Panfletagem BNB Passaré

20/Abril - Quinta

6h30min Panfletagem UECE-Itapery

11 horas - Panfletagem Restaurante do SESC (R. 24 de maio)




 





Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247