Manuela bate pesado na política “tolerância zero” dos EUA contra imigrantes

“Órfãos por decreto da Casa Branca. Nos EUA c/ México, crianças estão sendo separadas de suas famílias. O crime? Serem filhas de famílias pobres q tentam ingressar nos EUA”, disse a presidenciável Manuela D'Ávila (PCdoB); “Somente nas grandes guerras se viram situações assim”, disse; “É preciso que o Brasil se posicione”

Manuela bate pesado na política “tolerância zero” dos EUA contra imigrantes
Manuela bate pesado na política “tolerância zero” dos EUA contra imigrantes (Foto: Esq.: Bertani / Dir.: Kevin Lamarque - Reuters)

Rio Grande do Sul 247 – A presidenciável do PCdoB, Manuela D´Ávila, criticou o governo dos Estados Unidos, Donald Trump, que adotou a política “tolerância zero” contra imigrantes e, como consequência, filhos de estrangeiros ficam na dependência de Serviços Sociais no País.

“Órfãos por decreto da Casa Branca. Nos EUA c/ México, crianças estão sendo separadas de suas famílias. O crime? Serem filhas de famílias pobres q tentam ingressar nos EUA. Imaginem quão desumano e assustador isso pode ser? + de 2 mil crianças enviadas p/acomodações desconhecidas”, disse a pré-candidata no Twitter.

Entre 19 de abril e 31 de maio, 1.995 crianças foram separadas dos pais quando tentavam entrar nos EUA em postos de fronteira oficiais, de acordo com estatísticas obtidas pela agência Associated Press.

“Somente nas grandes guerras se viram situações assim. Enquanto isso, autoridades americanas se acusam e ninguém toma a iniciativa de colocar fim a esta violação dos direitos das crianças. É preciso que o Brasil se posicione. É urgente que elas sejam devolvidas às suas famílias”, acrescentou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247