Manuela: esses tiros são uma ameaça à democracia

"Os tiros que atingiram duas pessoas, nessa madrugada, no Acampamento, em Curitiba, são consequência do ódio semeado nas redes e da total ausência de esclarecimento sobre o episódio similar com a caravana de Lula", criticou duramente a pré-candidata do PCdoB à presidência, Manuela D´Ávila, sobre o ataque no acampamento Marisa Letícia, onde estão os manifestantes da Vigília Lula Livre

"Os tiros que atingiram duas pessoas, nessa madrugada, no Acampamento, em Curitiba, são consequência do ódio semeado nas redes e da total ausência de esclarecimento sobre o episódio similar com a caravana de Lula", criticou duramente a pré-candidata do PCdoB à presidência, Manuela D´Ávila, sobre o ataque no acampamento Marisa Letícia, onde estão os manifestantes da Vigília Lula Livre
"Os tiros que atingiram duas pessoas, nessa madrugada, no Acampamento, em Curitiba, são consequência do ódio semeado nas redes e da total ausência de esclarecimento sobre o episódio similar com a caravana de Lula", criticou duramente a pré-candidata do PCdoB à presidência, Manuela D´Ávila, sobre o ataque no acampamento Marisa Letícia, onde estão os manifestantes da Vigília Lula Livre (Foto: Gisele Federicce)

Rio Grande do Sul 247 - A deputada estadual e pré-candidata do PCdoB à presidência, Manuela D´Ávila, repudiou com veemência o ataque contra o acampamento Marisa Letícia, que faz a vigília Lula Livre em Curitiba, na madrugada deste sábado 28.

"Os tiros que atingiram duas pessoas, nessa madrugada, no Acampamento, em Curitiba, são consequência do ódio semeado nas redes e da total ausência de esclarecimento sobre o episódio similar com a caravana de Lula", postou no Twitter.

"No Brasil que eu quero viver tiros são não são disparados contra quem faz politica. Esses tiros são uma ameaça a democracia!!! Lembram do episódio de Bolsonaro simulando tiros ao boneco de Lula? O que ele pensa sobre isso? Calará como no episódio de Marielle?", questionou ainda.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247