Marcelo Campos Pinto, ex-diretor da Globo, era membro de Comitê da FIFA

Ao mesmo tempo em que era diretor da Rede Globo e negociava contratos de transmissão de partidas para a emissora, executivo também ocupou Comitê de Imprensa da FIFA, aponta reportagem de Patrícia Faermann, no GGN

Marcelo Campos Pinto
Marcelo Campos Pinto (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Patrícia Faermann
 
Jornal GGN - O ex-diretor da Globo Esporte, Marcelo Campos Pinto, tornou-se uma das peças-chave para a emissora de televisão ser posta contra a parede no escândalo da FIFA, com o julgamento do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, em Nova York, nesta semana. A Rede Globo nega participação nos ilícitos. Mas o GGN comprovou que o executivo chegou a ocupar posto no Comitê de Imprensa da FIFA em 2014.
 
O ex-diretor da Globo era o responsável por negociar os contratos da emissora para as transmissões dos torneios de futebol. Sua relação de grande amizade com cartolas como Marco Polo Del Nero levantou suspeitas contra o executivo. Passou a ser alvo direto das acusações, durante os depoimentos de Alejandro Burzaco, empresário argentino da Torneos y Competencias (ex TyC).
 
Burzaco narrou que o  então diretor da Globo Esporte reuniu-se com os dirigentes para aceitar repasses da ordem de US$ 600 mil a Marín e Del Nero, e que, posteriormente, a emissora aceitou pagar outros US$ 15 milhões ao vice-presidente da FIFA na época, Julio Grondona, juntamente com a Televisa e Torneos y Competencias para as transmissões das Copas do Mundo de 2016-2030 no Brasil e América Latina.
 
Leia a íntegra no GGN

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email