Marchezan toma posse dizendo que salários de janeiro podem atrasar

Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), foi empossado e já adiantou que terá um início de gestão complicado, uma vez que as chances dos salários do funcionalismo municipal atrasarem já em janeiro é "muito grande; ele disse, ainda, que fará "tudo o que for necessário" para manter em atividade os serviços essenciais do município; "Vamos fazer uma análise [financeira] nos primeiros dias e semanas. Mas, pelas antecipações [de receitas] e despesas geradas pela antiga administração, há um grande risco de atrasar salários", destacou

Nelson Marchezan Junior (PSDB), prefeito de Porto Alegre (RS)
Nelson Marchezan Junior (PSDB), prefeito de Porto Alegre (RS) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), foi empossado e já adiantou que terá um início de gestão complicado, uma vez que as chances dos salários do funcionalismo municipal atrasarem já em janeiro é "muito grande". Ele disse, ainda, que fará "tudo o que for necessário" para manter em atividade os serviços essenciais do município.

"Vamos fazer uma análise [financeira] nos primeiros dias e semanas. Mas, pelas antecipações [de receitas] e despesas geradas pela antiga administração, há um grande risco de atrasar salários", destacou o tucano. Ele prometeu apresentar os próximos dias um balanço da situação e também um conjunto de soluções que pretende implementar.

"Vamos apresentar também nosso menu de soluções, que não serão soluções fáceis, mas reais e que tragam fôlego. Vamos fazer tudo o que for necessário para não interromper serviços essenciais", disse Marchezan. Ele também prometeu ""arrancar" da máquina pública tudo aquilo que não gerou frutos, o que foi interpretado como uma referência às empresas públicas do município que podem ser privatizadas ao longo da sua gestão.
.
"A realidade da vida das pessoas está pior. Mas a consciência está maior. Uma boa parte da sociedade não aceita mais discursos vazios, de uma certa racionalidade. Não é possível que nós continuemos discutindo ideologias, discutindo aquilo que durante muito tempo não gerou frutos. Na prefeitura, posso me comprometer: tudo aquilo que foi plantado e que não gerou frutos durante anos será arrancado", afirmou.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email