Marconi alerta para risco de crise no mercado da carne com generalização

Governador Marconi condenou nesta segunda-feira (20), em nota, a conduta de frigoríficos e agentes públicos suspeitos de cometerem irregularidades nos procedimentos de fiscalização da produção de carnes bovinas, suínas e de frango no país, como apontou investigação da Operação Carne Fraca; Marconi alertou, no entanto, alerta para o risco de uma crise econômica devido à generalização; "É fundamental que reconheçamos o trabalho e a qualidade dos frigoríficos que atuam dentro das normas e da legalidade, com absoluto respeito ao consumidor. A produção de carne e derivados é setor estratégico da economia de Goiás e do Brasil, movimenta dezenas de bilhões de dólares nos mercados interno e externo e emprega milhões de brasileiros, direta e indiretamente"

marconi
marconi (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo condenou nesta segunda-feira (20), em nota, a conduta de frigoríficos e agentes públicos suspeitos de cometerem irregularidades nos procedimentos de fiscalização da produção de carnes bovinas, suínas e de frango no país, como apontou investigação da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, na última sexta-feira (17). Marconi também reprovou os graves casos de desrespeito ao consumidor. Ele alertou, no entanto, para os riscos de crise no setor em decorrência de generalizações.

De acordo com o governador, os responsáveis por cometerem fraudes e venderem alimentos em condições inadequadas para o consumidor devem ser “rigorosa e exemplarmente punidos”. “É inadmissível esse tipo de conduta”, declarou Marconi em nota à imprensa. O governador pondera na nota que é preciso aguardar com cautela o resultado das investigações e alerta para o risco de generalizações resultarem em nova crise econômica no País.

“É fundamental que reconheçamos o trabalho e a qualidade dos frigoríficos que atuam dentro das normas e da legalidade, com absoluto respeito ao consumidor”, disse. O governador de Goiás reforça que a produção de carne e derivados é estratégica para a economia de Goiás e do Brasil, “uma vez que movimenta dezenas de bilhões de dólares nos mercados interno e externo e emprega milhões de brasileiros, direta e indiretamente”.

A Operação Carne Fraca investiga 40 empresas brasileiras do setor alimentício envolvidas em um esquema de corrupção que liberava a comercialização de alimentos produzidos por frigoríficos sem a devida fiscalização sanitária. Há indícios de que as carnes eram vendidas fora do prazo de validade, misturadas com papelão e até mesmo com substâncias cancerígenas.

Confira, abaixo, a íntegra da nota do governador Marconi Perillo:

Os frigoríficos e agentes públicos que comprovadamente cometeram irregularidades na fiscalização e certificação da produção de carne e derivados e venderam alimentos em condições inadequadas para o consumidor devem ser rigorosa e exemplarmente punidos. É inadmissível esse tipo de conduta.

Por outro lado, são preocupantes as generalizações decorrentes das investigações em curso. É fundamental que reconheçamos o trabalho e a qualidade dos frigoríficos que atuam dentro das normas e da legalidade, com absoluto respeito ao consumidor.

A produção de carne e derivados é setor estratégico da economia de Goiás e do Brasil, movimenta dezenas de bilhões de dólares nos mercados interno e externo e emprega milhões de brasileiros, direta e indiretamente.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247