Marconi deseja “êxito e ótimo trabalho” a Raquel Dodge na PGR

Citado nominalmente na abertura do discurso de posse da nova Procuradora Geral da República, Raquel Dogde, que o cumprimentou em nome dos demais governadores presentes à solenidade, o governador Marconi Perillo, minutos depois em sua página no Instagram, desejou “êxito e ótimo trabalho à nova chefe do Ministério Público; na mesma mensagem, o governador saudou o fato de “mais uma mulher de nosso Estado comandar uma instituição que é pilar da democracia do País”

Citado nominalmente na abertura do discurso de posse da nova Procuradora Geral da República, Raquel Dogde, que o cumprimentou em nome dos demais governadores presentes à solenidade, o governador Marconi Perillo, minutos depois em sua página no Instagram, desejou “êxito e ótimo trabalho à nova chefe do Ministério Público; na mesma mensagem, o governador saudou o fato de “mais uma mulher de nosso Estado comandar uma instituição que é pilar da democracia do País”
Citado nominalmente na abertura do discurso de posse da nova Procuradora Geral da República, Raquel Dogde, que o cumprimentou em nome dos demais governadores presentes à solenidade, o governador Marconi Perillo, minutos depois em sua página no Instagram, desejou “êxito e ótimo trabalho à nova chefe do Ministério Público; na mesma mensagem, o governador saudou o fato de “mais uma mulher de nosso Estado comandar uma instituição que é pilar da democracia do País” (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Citado nominalmente na abertura do discurso de posse da nova Procuradora Geral da República, Raquel Dogde, que o cumprimentou em nome dos demais governadores presentes à solenidade, o governador Marconi Perillo, minutos depois em sua página no Instagram, desejou “êxito e ótimo trabalho à nova chefe do Ministério Público”. Na mesma mensagem, o governador saudou o fato de “mais uma mulher de nosso Estado comandar uma instituição que é pilar da democracia do País”.

Natural de Morrinhos, onde nasceu em 26 de julho de 1961, a procuradora, em seu discurso de posse, parafraseou a poetisa Cora Coralina “do meu querido estado de Goiás” ao rogar que possa entregar adiante com segurança o legado que recebia naquele momento e que, então, possa dizer que contribuiu para que haja “mais esperança nos nossos passos do que tristeza em nossos ombros”.

Membro do Ministério Público Federal há mais de 30 anos, Raquel Dodge assumiu o lugar de Rodrigo Janot na chefia do Ministério Público Federal. Em sua fala de aproximadamente dez minutos, prometeu defender a democracia, zelar pelo bem comum e o meio ambiente. Enfatizou que “ninguém esteja acima da Lei”, no Brasil.

A cerimônia contou com a presença do presidente da República, Michel Temer, e dos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do STF, ministra Carmem Lúcia, além de familiares, integrantes do Ministério Público, magistrados e políticos.

Raquel Dodge, a quem caberá conduzir a partir de hoje a Operação Lava Jato, não mencionou diretamente as investigações em curso, mas fez questão de cumprimentar Janot “por seu serviço à nação”. Ela garantiu que “o Brasil seguirá em frente” porque o povo brasileiro “acompanha investigações e julgamentos e não tolera a corrupção”.

Primeira mulher a assumir o comando do Ministério Público, Dodge, que chefiará a PGR nos próximos dois anos, foi escolhida em primeiro lugar por votação de lista tríplice por seus pares na PGR, indicada para o cargo pelo presidente Temer e aprovada em sabatina pelo Senado.

A posse foi realizada no início da manhã, a pedido do Palácio do Planalto, para que o presidente Temer pudesse embarcar para Nova York (USA) a tempo de se encontrar ainda hoje à noite com o presidente Donald Trump.

Em rápido discurso de improviso, o presidente cumprimentou a procuradora, enfatizando trecho de seu pronunciamento em que explicita que “autoridade suprema não está nas autoridades constituídas, mas está na lei. Ou seja, toda vez que há ultrapassagem dos limites da Constituição, verifica-se o abuso de autoridade”.

O governador Marconi Perillo permanece em Brasília onde logo mais as 18 horas tem encontro com o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab. No período da tarde, recebe parlamentares e lideranças políticas goianas no escritório do governo do Estado em Brasília.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247