Marconi é o melhor prefeito que Goiânia já teve, diz Tayrone

Em entrevista ao Jornal Opção, secretário estadual de Governo cita as inúmeras obras realizadas pelo governador na capital e diz que, se o legado do tucano na capital tivesse sido melhor explorado pelo marketing na campanha, o resultado das urnas poderiam ter sido favorável ao candidato da base aliada, Vanderlan Cardoso (PSB)

Em entrevista ao Jornal Opção, secretário estadual de Governo cita as inúmeras obras realizadas pelo governador na capital e diz que, se o legado do tucano na capital tivesse sido melhor explorado pelo marketing na campanha, o resultado das urnas poderiam ter sido favorável ao candidato da base aliada, Vanderlan Cardoso (PSB)
Em entrevista ao Jornal Opção, secretário estadual de Governo cita as inúmeras obras realizadas pelo governador na capital e diz que, se o legado do tucano na capital tivesse sido melhor explorado pelo marketing na campanha, o resultado das urnas poderiam ter sido favorável ao candidato da base aliada, Vanderlan Cardoso (PSB) (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - O secretário estadual de Governo, Tayrone Di Martino, garante que o governador Marconi Perillo é o melhor prefeito que Goiânia já teve. A afirmação foi feita em entrevista publicada neste domingo pelo semanário Jornal Opção (aqui na versão online). Vereador licenciado, Tayrone elencou as diversas obras realizadas pelo governo estadual na capital e avalíou que se o candidato a prefeito da base, Vanderlan Cardoso (PSB), tivesse explorado mais as realizações de Marconi em Goiânia talvez o resultado das eleições pudesse ter sido outro.

“As grandes obras de Goiâ­nia foram feitas por ele (Marconi). Se olharmos para a região Noroeste, temos o Hugol, que é uma estrutura fantástica de saúde; lá ainda, na saída para Trindade e para Goianira, respectivamente na GO-060 e na GO-070, dois viadutos por ele construídos. Estão em rodovias estaduais cujas saídas são duplicadas — aliás não só essas saídas, mas para todas as regiões do município, e ainda iluminadas; inclusive, de Goiânia a Trindade, na Rodovia dos Romeiros tem ciclovia e um trabalho especial feito por ele”, disse o secretário tucano.

Tayrone citou também as obras de esgotamento sanitário feitos pelo governo estadual  e os efeitos dos programa  Bolsa Universitária e Renda Cidadã na cidade. “Tem ainda o Crer, que é referência de tratamento em todo o Brasil; o Hugo, que melhorou muito por conta do governo Marconi, que fez a unidade funcionar com boa qualidade; e o HGG, que estava fechado durante os governos do PMDB e que Marconi reabriu”, resumiu.

Ao citar a contrução do Centro de Excelência do Esporte, do novo Estádio Olímpico e a reforma e reativação do Autódromo de Goiânia, Tayrone disse que no processo eleitoral ocorreu um distúrbio cujo objetivo era jogar uma imagem negativa do governador para a capital mas que não se concretizou. “Não se concretiza porque, quando ele (Marconi) foi candidato disputando com Iris em Goiânia — que é a cidade em que o Iris se fez politicamente — Marconi disputou, em total igualdade na disputa. O Iris ficou com pouco mais de 50% e o Marconi com quase isso. Ou seja, houve polarização em Goiânia, onde diziam que ele teria rejeição.”

Tayrone cita que  Vanderlan também se aproximou desses índices (43% dos votos válidos). Inferiores aos obtidos por Marconi na última eleição estadual. ”Obviamente, existe rejeição, que não é só na capital, mas em todos os lugares — o que é normal, todo agente de Estado na gestão tem rejeição. Mas ele tem feito muito pela cidade. Se a cidade tivesse dado essa derrota como alguns pintam para Marconi, ele não teria sido governador do Estado. A eleição aqui, e ele diz as pessoas, por mais que tenha tido aqui uma votação menor que a do Iris, foi de uma votação muito próxima e acirrada entre os dois”, conclui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247