Marconi entrega seis caminhões aos Bombeiros

Veículos serão utilizados pela corporação nos municípios de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Cristalina, Formosa, Itumbiara e Uruaçu, para combate a incêndio e para salvamento; frota foi adquirida com recursos do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (FUNEBOM), ao valor de R$ 3,3 milhões; Marconi destacou que o governo estadual, desde 2011, praticamente dobrou a frota de caminhões de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros; A corporação, que tinha 53 caminhões em 2010 – a maioria adquirida em suas duas gestões anteriores – tem, hoje, 102

Veículos serão utilizados pela corporação nos municípios de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Cristalina, Formosa, Itumbiara e Uruaçu, para combate a incêndio e para salvamento; frota foi adquirida com recursos do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (FUNEBOM), ao valor de R$ 3,3 milhões; Marconi destacou que o governo estadual, desde 2011, praticamente dobrou a frota de caminhões de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros; A corporação, que tinha 53 caminhões em 2010 – a maioria adquirida em suas duas gestões anteriores – tem, hoje, 102
Veículos serão utilizados pela corporação nos municípios de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Cristalina, Formosa, Itumbiara e Uruaçu, para combate a incêndio e para salvamento; frota foi adquirida com recursos do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (FUNEBOM), ao valor de R$ 3,3 milhões; Marconi destacou que o governo estadual, desde 2011, praticamente dobrou a frota de caminhões de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros; A corporação, que tinha 53 caminhões em 2010 – a maioria adquirida em suas duas gestões anteriores – tem, hoje, 102 (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo entregou, na tarde desta terça-feira, em solenidade no Auditório Mauro Borges, seis caminhões Auto Bomba Tanque (ABS) para o Corpo de Bombeiros Militar de Goiás. Os veículos serão utilizados pela corporação nos municípios de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Cristalina, Formosa, Itumbiara e Uruaçu, para combate a incêndio e para salvamento. A frota foi adquirida com recursos do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (FUNEBOM), ao valor de R$ 3,3 milhões.

Marconi destacou que o governo estadual, desde 2011, praticamente dobrou a frota de caminhões de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros. A corporação, que tinha 53 caminhões em 2010 – a maioria adquirida em suas duas gestões anteriores – tem, hoje, 102. “Adquirimos, também, cerca de 400 veículos menores por meio do FUNEBOM, e foi uma iniciativa que revolucionou o Corpo de Bombeiros do ponto de vista operacional. Nos últimos anos investimos mais de R$ 30 milhões no Corpo de Bombeiros. Esses investimentos revelam o alto grau de compromisso do nosso governo com os interesses da sociedade goiana”, afirmou.

Ele disse que o governo estadual está empenhado na aquisição de equipamentos que possam melhorar a ação dos bombeiros, e que tem como meta, neste ano, fazer com que o número que municípios que possuem bases do Corpo de Bombeiros salte de 38 para 50. “Conseguimos chegar a 38 cidades, as de médio e grande porte, e as cidades turísticas, e oito postos operacionais em Goiânia. Nossa meta é chegar ao final de 2016 a 50 cidades beneficiadas”, declarou.

Marconi informou que a Secretaria de Segurança Pública hoje é a segunda detentora dos recursos do Tesouro do governo estadual. A primeira é a da Educação, com 25% de todas as receitas pré destinadas. A da Segurança passou a ser a segunda com 12,55%, e a terceira é a da Saúde, com 12%. “Ao longo da história a Secretaria de Segurança sempre foi a terceira em termos de destinação de recursos financeiros. Graças aos nossos investimentos, mudamos esse quadro”, afirmou.

Reiterou, porém, que por mais esforços que o governo estadual faça, se não houver recursos federais e uma boa política de proteção das fronteiras com combate à entrada de drogas e de armas, “vamos estar enxugando gelo”. “Já fiz esse discurso centenas de vezes. Por enquanto, estamos fazendo o que é possível para continuarmos com nosso esforço de destinar 12,55% para a Segurança, e vamos nos esforçar sempre”, observou.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Helbingen Júnior, afirmou que a corporação comemora as melhorias obtidas nos últimos anos, e que a cada ano toda a equipe recebe mais subsídios para trabalhar de forma mais segura e eficiente.

Investimentos em 2015

O secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, informou que o Governo de Goiás investiu R$ 2,7 bilhões em Segurança Pública no ano passado, R$ 400 milhões a mais do que em 2014. Hoje, os investimentos no setor são de 12,55%, o maior percentual da história de Goiás.  “Isso evidencia o tamanho do esforço do governador”, observou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247