Marconi pode vencer já no 1º turno, mostra Veritá

Pesquisa do Instituto Veritá traz o governador com 53% dos votos válidos e, portanto, e condições de vencer o pleito já no dia 5 de outubro; na estimulada, Marconi Perillo aparece com 42,3% contra 25,2% de Iris Rezende (PMDB); levantamento aponta crescimento de Antônio Gomide (PT), que tinha 4,3% e agora tem 6,1%; petista ultrapassa Vanderlan Cardoso (PSB), que agora está com 4,9%

Pesquisa do Instituto Veritá traz o governador com 53% dos votos válidos e, portanto, e condições de vencer o pleito já no dia 5 de outubro; na estimulada, Marconi Perillo aparece com 42,3% contra 25,2% de Iris Rezende (PMDB); levantamento aponta crescimento de Antônio Gomide (PT), que tinha 4,3% e agora tem 6,1%; petista ultrapassa Vanderlan Cardoso (PSB), que agora está com 4,9%
Pesquisa do Instituto Veritá traz o governador com 53% dos votos válidos e, portanto, e condições de vencer o pleito já no dia 5 de outubro; na estimulada, Marconi Perillo aparece com 42,3% contra 25,2% de Iris Rezende (PMDB); levantamento aponta crescimento de Antônio Gomide (PT), que tinha 4,3% e agora tem 6,1%; petista ultrapassa Vanderlan Cardoso (PSB), que agora está com 4,9% (Foto: Aline Lima)

Goiás247 - A nova rodada da pesquisa Veritá, divulgada pelo jornal eletrônico A Redação na noite desta sexta-feira, mostra mais uma vez que o governador e candidato à reeleição, Marconi Perillo (PSDB), tem a maioria dos votos válidos e pode vencer a eleição no primeiro turno. A novidade está no segundo pelotão da disputa. Antônio Gomide (PT) chegou a 6,1%, ultrapassou Vanderlan Cardoso (PSB) e abriu 1,2 ponto percentual de vantagem sobre o ex-prefeito de Senador Canedo.

Marconi lidera com 42,3% das intenções de voto. Na pesquisa anterior, divulgada no dia 21 de agosto, ele tinha 42%, ou seja: oscilou 0,3 ponto para cima. Iris Rezende (PMDB) é o segundo colocado, com 25,2%, e caiu um ponto na comparação com o levantamento anterior. Vanderlan tinha 4,7% e agora tem 4,9%. Gomide, por fim, cresceu de 4,3% para 6,1%. A margem de erro é de 2,09 pontos percentuais para mais ou para menos. A coleta dos dados ocorreu entre os dias 1° e 4 de setembro.

Na espontânea, Marconi cresceu quase quatro pontos percentuais e chegou a 29% das intenções de voto - 10,3 pontos a mais que Iris, o seu principal adversário. Gomide e Vanderlan empatam com 4,9% neste cenário, em que o eleitor tem que responder sem a ajuda da cartela com o nome dos candidatos.

Em votos válidos, Marconi já tem 53%. Isso quer dizer que, se as eleições fossem hoje, o governador seria reeleito no primeiro turno, já que para liquidar a fatura no dia 5 de outubro ele precisa apenas da maioria absoluta dos votos válidos (metade mais um), descontados os votos brancos e nulos.

O instituto Veritá também perguntou aos entrevistados qual candidato eles acham que vai vencer a eleição para governador, independente do voto de cada um. Tiveram que apontar um nome sem a ajuda da cartela com a relação de candidatos. Para 54,1%, Marconi será reeleito. Para 17,9% a vitória será de Iris. Apostam na eleição de Vanderlan 4,2% e acreditam na virada de Gomide 2,6%.


Metodologia

O instituto Veritá ouviu 2.203 eleitores em Goiás entre os dias 1° e 4 de setembro de 2014. A margem de erro é de 2,09 pontos percentuais para mais ou para menos. Os contratantes são TV Record e jornal A Redação. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob protocolo 00107/2014.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247