Marconi sonha: Meirelles ou Caiado na vice de Aécio

Governador tem confidenciado a amigos e aliados que sonho é ver um goiano na chapa da presidência da República, mostra matéria do jornal Diário da Manhã; "Chegou a hora de Goiás pensar em levar o Centro-Oeste para governar o Brasil. Vou defender esse sonho para o Aécio", afirma Marconi; na semana passada, o governador se encontrou com o presidenciável em Anápolis e os dois falaram de política e das alianças locais e nacional

Governador tem confidenciado a amigos e aliados que sonho é ver um goiano na chapa da presidência da República, mostra matéria do jornal Diário da Manhã; "Chegou a hora de Goiás pensar em levar o Centro-Oeste para governar o Brasil. Vou defender esse sonho para o Aécio", afirma Marconi; na semana passada, o governador se encontrou com o presidenciável em Anápolis e os dois falaram de política e das alianças locais e nacional
Governador tem confidenciado a amigos e aliados que sonho é ver um goiano na chapa da presidência da República, mostra matéria do jornal Diário da Manhã; "Chegou a hora de Goiás pensar em levar o Centro-Oeste para governar o Brasil. Vou defender esse sonho para o Aécio", afirma Marconi; na semana passada, o governador se encontrou com o presidenciável em Anápolis e os dois falaram de política e das alianças locais e nacional (Foto: José Barbacena)

Mayone de Melo, do Diário da Manhã - O governador Marconi Perillo tem confidenciado a amigos que o seu sonho atual é o candidato a vice, do presidenciável Aécio Neves, ser um goiano. E quando os interlocutores questionam sobre quais os líderes políticos de Goiás que têm cabedal capaz de despertar o fascínio do eleitorado no Brasil, o governador cita, contundente, Henrique Meirelles e Ronaldo Caiado.

Por se tratar de dois nomes que não estão acoplados nas legendas da base aliada, muitos dos partidários presentes estranham o ineditismo do proposto, e Marconi se abre fluente:

“Henrique Meirelles é o fenômeno que, na presidência do Banco Central, realinhou e estabilizou a política econômica do País, no governo do presidente Lula. É um notável respeitado pelo FMI e reconhecidamente admirado pelos banqueiros que gerem o mercado de capital, em todas as nações do primeiro mundo. Henrique Meirelles daria dimensão internacional à chapa de Aécio Neves.”

Entusiasmado, o governador Marconi revela-se ainda mais surpreendente ao segredar nos diálogos mantidos sob reserva a amigos:

“Ronaldo Caiado é um renome que daria envergadura nacional, como candidato a vice de Aécio Neves. Ele é o expoente mais autêntico na firmeza dos combates e na retidão das ideias, no cenário atual das oposições ao governo federal. Ronaldo é coerente na ética dos princípios republicanos e valoroso na vigília do patrimônio pátrio. Sua postura de estadista tem lastro no conceito dos verdadeiros idealistas do povo brasileiro.”

Em algumas dessas manifestações, de sonhar um goiano como vice na chapa presidencial do mineiro Aécio Neves, alguns amigos alegam o fato de Ronaldo Caiado e Henrique Meirelles não serem do PSDB, e Marconi Perillo argumenta:

“O regional que não se universalizar rodopiará na estagnação e resvalará no puro retrocesso. A evolução impõe a modernização no sistema político, acima das pendências partidárias para o elevado nas dimensões absolutas do cívico, do plano do interesse público. Chegou a hora de Goiás pensar em levar o Centro-Oeste para governar o Brasil. Vou defender esse sonho para o Aécio Neves.”

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247