Maria do Rosário critica Moro: ‘sem provas, mas com mídia, arrastou um poder ao erro’

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) criticou o juiz Sergio Moro, que determinou a venda do triplex da OAS, penhorado a credores da empreiteira; segundo ela, se os líderes do Poder Judiciário "não podem absolver Lula, por ser Lula, como podem condená-lo por ser quem é?"; "Sem provas, mas com mídia, um Juiz arrastou um poder ao erro", disse a ex-ministra de Direitos Humanos em sua conta no Twitter; após a condenação de Moro, o TRF4, sediado em Porto Alegre, condenou o ex-presidente e aumentou a pena de 9 para 12 anos de prisão

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) criticou o juiz Sergio Moro, que determinou a venda do triplex da OAS, penhorado a credores da empreiteira; segundo ela, se os líderes do Poder Judiciário "não podem absolver Lula, por ser Lula, como podem condená-lo por ser quem é?"; "Sem provas, mas com mídia, um Juiz arrastou um poder ao erro", disse a ex-ministra de Direitos Humanos em sua conta no Twitter; após a condenação de Moro, o TRF4, sediado em Porto Alegre, condenou o ex-presidente e aumentou a pena de 9 para 12 anos de prisão
A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) criticou o juiz Sergio Moro, que determinou a venda do triplex da OAS, penhorado a credores da empreiteira; segundo ela, se os líderes do Poder Judiciário "não podem absolver Lula, por ser Lula, como podem condená-lo por ser quem é?"; "Sem provas, mas com mídia, um Juiz arrastou um poder ao erro", disse a ex-ministra de Direitos Humanos em sua conta no Twitter; após a condenação de Moro, o TRF4, sediado em Porto Alegre, condenou o ex-presidente e aumentou a pena de 9 para 12 anos de prisão (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) criticou o juiz Sergio Moro, que determinou a venda do triplex da OAS, penhorado a credores da empreiteira. 

"Sobre novo capítulo Moro e triplex: Lideres maiores do Judiciário devem estar cientes de q o poder não pode referendar suas atitudes. Se não podem absolver Lula, por ser Lula, como podem condená-lo por ser quem é? Sem provas, mas com mídia, um Juiz arrastou um poder ao erro", disse a ex-ministra de Direitos Humanos em sua conta no Twitter.

A Justiça de Brasília havia determinado que o imóvel fosse transferido a um dos credores. Na prática, a medida demonstrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é proprietário do imóvel.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247