Maria do Rosário diz que Lula é vítima de uma “terrível injustiça”

"Como podem pensar em prender alguém sem provas e que ainda tem direito de defesa?", questionou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS); a congressista lamentou a decisão dos ministros do STF, que, pelo placar de 6x5, negou o Habeas Corpus apresentado para defesa do ex-presidente Lula com o objetivo de evitar a prisão dele; "Lamentável decisão. Continuaremos denunciando essa terrível injustiça cometida contra @LulapeloBrasil. Ele foi condenado sem provas e a sentença não é definitiva" 

"Como podem pensar em prender alguém sem provas e que ainda tem direito de defesa?", questionou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS); a congressista lamentou a decisão dos ministros do STF, que, pelo placar de 6x5, negou o Habeas Corpus apresentado para defesa do ex-presidente Lula com o objetivo de evitar a prisão dele; "Lamentável decisão. Continuaremos denunciando essa terrível injustiça cometida contra @LulapeloBrasil. Ele foi condenado sem provas e a sentença não é definitiva" 
"Como podem pensar em prender alguém sem provas e que ainda tem direito de defesa?", questionou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS); a congressista lamentou a decisão dos ministros do STF, que, pelo placar de 6x5, negou o Habeas Corpus apresentado para defesa do ex-presidente Lula com o objetivo de evitar a prisão dele; "Lamentável decisão. Continuaremos denunciando essa terrível injustiça cometida contra @LulapeloBrasil. Ele foi condenado sem provas e a sentença não é definitiva"  (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) lamentou a decisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal, que, pelo placar de 6x5, negou o Habeas Corpus apresentado para defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o objetivo de evitar a prisão dele, condenado no processo do triplex a 12 anos e 1 mês de cadeia pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), sediado em Porto Alegre.

"Lamentável decisão. Continuaremos denunciando essa terrível injustiça cometida contra @LulapeloBrasil. Ele foi condenado sem provas e a sentença não é definitiva". "Como podem pensar em prender alguém sem provas e que ainda tem direito de defesa?", questionou a parlamentar no Twitter.

O PT também divulgou nota dizendo que esta quarta-feira (4) foi "um dia trágico para a democracia e para o Brasil". De acordo com o partido, a Constituição "foi rasgada por quem deveria defendê-la e a maioria do Supremo Tribunal Federal sancionou mais uma violência contra o maior líder popular do país, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva" (leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247