Marina diz que Rede não antecipa debate eleitoral

Ex-ministra está em Goiânia para viabilizar construção do partido Rede Sustentabilidade. Ela afirma que projeto de lei que impede criação de legendas é uma espécie de boicote à Rede. "Tudo isso é para reduzir nosso tempo a 15 segundos. O que são 35 segundos diante de 13 minutos da presidenta Dilma?" questiona

Marina diz que Rede não antecipa debate eleitoral
Marina diz que Rede não antecipa debate eleitoral

Goiás 247_ A ex-ministra Marina Silva está em Goiânia nesta segunda-feira, 29, para colher assinaturas e viabilizar o processo de criação do novo partido Rede Sustentabilidade. Marina concedeu entrevista coletiva pela manhã ao lado do deputado estadual Major Araújo (PRB), que aderiu ao projeto da Rede.

Na entrevista, um dos pontos mais comentados por Marina foi a antecipação do processo eleitoral de 2014. Candidata à presidência em 2010, ela diz que a Rede não participa deste debate antecipado, hoje monopolizado por PT e PSDB.

"Não queremos antecipar a eleição. Nós da Rede não queremos participar dessa ansiedade tóxica de ficar querendo disputar o poder. Acabamos de ter uma eleição para prefeito e já anteciparam as eleições para presidente faltando quase dois anos. Isso é muito ruim para a gestão pública", disse.

Marina não titubeou ao falar do projeto de lei que pode barrar a criação da Rede Sustentabilidade. Ele vê má vontade do governo federal e disse que durante a criação do PSD, um partido que surgiu para ser da base do governo federal, não houve este endurecimento por parte do Congresso.

"Por que a Rede? Porque pode ser a ideia nova que surge na sociedade e isso de certa forma assombra o governo. É uma atitude desmedida. A presidente Dilma não precisa disso. Ela tem mais de 80% de popularidade, tem 39 ministérios, tem até adversários em sua base".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247