MBL usa imagem sem autorização e irrita o Fluminense

Após ter uma fotografia da sua torcida utilizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o próprio Fluminense repudiou o uso político da imagem; "O Fluminense Football Club é uma instituição apolítica e reprova o uso indevido da imagem de sua torcida, camisa e pavilhão", respondeu; postagem do MBL gerou revolta nos torcedores nas redes sociais

Após ter uma fotografia da sua torcida utilizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o próprio Fluminense repudiou o uso político da imagem; "O Fluminense Football Club é uma instituição apolítica e reprova o uso indevido da imagem de sua torcida, camisa e pavilhão", respondeu; postagem do MBL gerou revolta nos torcedores nas redes sociais
Após ter uma fotografia da sua torcida utilizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o próprio Fluminense repudiou o uso político da imagem; "O Fluminense Football Club é uma instituição apolítica e reprova o uso indevido da imagem de sua torcida, camisa e pavilhão", respondeu; postagem do MBL gerou revolta nos torcedores nas redes sociais (Foto: Paulo Emílio)

247 - Após ter uma fotografia da sua torcida utilizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o Fluminense criticou, por meio das redes sociais, o uso político da imagem. "O Fluminense Football Club é uma instituição apolítica e reprova o uso indevido da imagem de sua torcida, camisa e pavilhão", escreveu o clube do Rio de Janeiro. A postagem do MBL gerou revolta e celeuma dos torcedores nas redes sociais.

"O MBL, que além de ser repudiado por tricolores de esquerda consegue ser detestado por parte expressiva da direita da torcida, relve usar as cores do @FluminenseFC p/ promover mais uma pataquada. "Apartidários" filiados ao DEM e outros grupos conservadores lutando em causa própria", postou no Twitter o torcedor Luiz Fernando Carnot. 

Na postagem - que também usa a imagem de um bloco de Carnaval - com a foto da torcida do Fluminense, o MBL usou a legenda: "Já viu um bloco de Carnaval e pensou: 'Imagina toda essa gente indo às ruas para melhorar o país?' Já viu uma torcida organizada e pensou: 'Imagina toda essa gente indo às ruas para melhorar o país?' Amanhã, dia 3 de abril, é dia de ir às ruas para lutar contra a impunidade e pela prisão dos corruptos".

Em resposta ao portal UOL, o dirigente do MBL Renan Santos reagiu à atitude do Fluminense. "Fala para o Fluminense que o MBL mandou o Fluminense ir plantar batata. O clube do tapetão não pode reclamar de corrupção".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247