Medeiros: “Permanência de Temer será hecatombe social”

A permanência de Michel Temer (PMDB) no poder irrita até membros do próprio partido; vergonha, dizem alguns; outros chamam o presidente de mentiroso, entre outros adjetivos; uma das melhores classificações foi está: “Só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo, menos investimentos... Será uma hecatombe social”, prevê o deputado estadual Ronaldo Medeiros (PMDB-AL); ele acrescenta, ainda, que "o brasileiro, que já não estava acreditando na política, vai passar a ter aversão e isso não é bom, pois haverá uma generalização”


A permanência de Michel Temer (PMDB) no poder irrita até membros do próprio partido; vergonha, dizem alguns; outros chamam o presidente de mentiroso, entre outros adjetivos; uma das melhores classificações foi está: “Só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo, menos investimentos... Será uma hecatombe social”, prevê o deputado estadual Ronaldo Medeiros (PMDB-AL); ele acrescenta, ainda, que "o brasileiro, que já não estava acreditando na política, vai passar a ter aversão e isso não é bom, pois haverá uma generalização”
A permanência de Michel Temer (PMDB) no poder irrita até membros do próprio partido; vergonha, dizem alguns; outros chamam o presidente de mentiroso, entre outros adjetivos; uma das melhores classificações foi está: “Só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo, menos investimentos... Será uma hecatombe social”, prevê o deputado estadual Ronaldo Medeiros (PMDB-AL); ele acrescenta, ainda, que "o brasileiro, que já não estava acreditando na política, vai passar a ter aversão e isso não é bom, pois haverá uma generalização” (Foto: Voney Malta)

Por Vanessa Alencar/cadaminuto.com.br - Classificando a delação de Joesley Batista como o “armagedom da política”, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), líder do governo na Assembleia Legislativa (ALE), defendeu que a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) é a única opção possível.

Ele disse ao blog que a permanência de Temer no cargo – anunciada à imprensa na tarde desta quinta-feira, 18 – é péssima para o País: “Só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo, menos investimentos... Será uma hecatombe social”.

Ainda sobre a delação divulgada ontem, o peemedebista acrescentou: “Agora explodiu, atinge todos... O brasileiro, que já não estava acreditando na política, vai passar a ter aversão e isso não é bom, pois haverá uma generalização”.

Na Casa de Tavares Bastos, Medeiros é um dos maiores críticos do governo Temer, especialmente quando o assunto envolve a Reforma da Previdência Social.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247