Médicos estrangeiros vão às aulas no Recife

Após um domingo de passeios pelos pontos turísticos do Recife (PE), os médicos estrangeiros (96 cubanos e 19 de outras localidades) trazidos pelo programa “Mais Médicos”, do Governo Federal, tiveram, nesta segunda-feira (26), o primeiro dia de aula do curso preparatório para atuarem no âmbito do programa, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

RECIFE,PE,25.08.2013:DESEMBARQUE MÉDICOS CUBANOS/PROGRAMA MAIS MÉDICOS - Desembarque de médicos cubanos no aeroporto da cidade de Recife (PE), neste domingo (25). Os doutores participam do programa do governo federal Mais Médicos. (Foto: Matheus Britto/AI
RECIFE,PE,25.08.2013:DESEMBARQUE MÉDICOS CUBANOS/PROGRAMA MAIS MÉDICOS - Desembarque de médicos cubanos no aeroporto da cidade de Recife (PE), neste domingo (25). Os doutores participam do programa do governo federal Mais Médicos. (Foto: Matheus Britto/AI (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - Após um domingo de passeios pelos pontos turísticos do Recife (PE), os médicos estrangeiros (96 cubanos e 19 de outras localidades) trazidos pelo programa “Mais Médicos”, do Governo Federal, tiveram, nesta segunda-feira (26), o primeiro dia de aula do curso preparatório para atuarem no âmbito do programa, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O curso,com aulas de  língua portuguesa e sobre saúde pública brasileira, terá três semanas de duração. A previsão é que os médicos comecem a atuar já a partir do dia 16 de setembro nos municípios do Recife, Goiana e Cabo de Santo Agostinho.

No domingo, guiado por um médico brasileiro formado em Cuba, o grupo conheceu a praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, e o Recife antigo, no centro histórico da cidade. “Um soldado comentou que eles não tinham um puto. Paguei a passagem de ônibus e a cerveja, e um deles pagou uma rodada de caipirinha pra todo mundo” comentou o brasiliense Guilherme Stoimenof Sousa, de 34 anos. Sousa se formou em Cuba e trabalhou em Ibiza, na Espanha. Foi no programa “Mais Médicos” que ele viu a oportunidade de trabalhar no Brasil sem ter que revalidar o diploma. No ano passado, o médico chegou a prestar o exame Revalida, porém não passou. Apesar disso, ele garante que o ensino em Cuba é bom. “Eles avaliam toda semana, não dá pra enrolar”, disse ao jornal Folha de São Paulo.

Vestidos com batas brancas, os médicos chegaram ao campus da UFPE, em Vitória do Santo Antão, Agreste pernambucano, às 7:30 da manhã, porém a primeira aula começou pouco depois das 9h. O grupo recebeu cumprimentos de representantes do Ministério da Saúde e ouviu a declamação de uma poesia recitada por um artista popular antes do início da aula do curso preparatório.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email