Meirelles: Roberto não voltou a comer carne

Diretor de cinema Fernando Meirelles publicou no Twitter que nas agências de publicidade "fala-se que 25 milhões teria sido o cachê do Roberto Carlos para falar que voltou a comer carne" na campanha feita pelo cantor para a Friboi; "Continua veggie como sempre foi", acrescentou; advogado do rei, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que informação é "completamente inverídica"; "Ele voltou a comer carne há um ano", garantiu

Diretor de cinema Fernando Meirelles publicou no Twitter que nas agências de publicidade "fala-se que 25 milhões teria sido o cachê do Roberto Carlos para falar que voltou a comer carne" na campanha feita pelo cantor para a Friboi; "Continua veggie como sempre foi", acrescentou; advogado do rei, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que informação é "completamente inverídica"; "Ele voltou a comer carne há um ano", garantiu
Diretor de cinema Fernando Meirelles publicou no Twitter que nas agências de publicidade "fala-se que 25 milhões teria sido o cachê do Roberto Carlos para falar que voltou a comer carne" na campanha feita pelo cantor para a Friboi; "Continua veggie como sempre foi", acrescentou; advogado do rei, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que informação é "completamente inverídica"; "Ele voltou a comer carne há um ano", garantiu (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O diretor de cinema Fernando Meirelles divulgou essa semana que os comentários nas agências de publicidade são de que o cantor Roberto Carlos não voltou a comer carne, mas que teria recebido um cachê de R$ 25 milhões para fazer a afirmação em campanha para a Friboi.

"Nas agências fala-se que 25 milhões teria sido o cache do Roberto Carlos para falar que voltou a comer carne. A turma que participou da filmagem garante que ele sequer cortou o bife. Continua veggie como sempre foi", escreveu o cineasta em sua conta no Twitter, na última quinta-feira 27.

As declarações causaram polêmica e, neste sábado 1, o advogado de Roberto Carlos, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, negou as informações. "Ele voltou a comer carne há um ano e a Friboi o procurou exatamente por isso. O que estão dizendo é completamente inverídico", disse Kakay.

Questionado sobre o que achava das declarações de Meirelles, respondeu: "Roberto fez o que o diretor do anúncio mandou fazer. Fala para o Fernando criticar o diretor do anúncio e não o Roberto. O diretor era o Jayme Monjardim".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email