Mendonça perde processo contra Rogério, mas ataca Amorim

Deputado federal do DEM não gostou de ver o NE Notícias (site ligado aos Amorim) noticiar que ele perdeu na Justiça para o também deputado federal Rogério Carvalho, em ação relacionada à inauguração do hospital infantil estadual e da maternidade Nossa Senhora de Lourdes; "o sistema de comunicação dos Amorim só divulgam o meu nome quando convém a eles. É a picaretagem mor da comunicação. É por isso que eu digo sempre. Trata-se de um bando de oportunistas. A imprensa dos Amorim deveria divulgar os processos de Edivan Amorim, um costumeiro frequentador do Judiciário pelas ilicitudes praticadas", disse

Deputado federal do DEM não gostou de ver o NE Notícias (site ligado aos Amorim) noticiar que ele perdeu na Justiça para o também deputado federal Rogério Carvalho, em ação relacionada à inauguração do hospital infantil estadual e da maternidade Nossa Senhora de Lourdes; "o sistema de comunicação dos Amorim só divulgam o meu nome quando convém a eles. É a picaretagem mor da comunicação. É por isso que eu digo sempre. Trata-se de um bando de oportunistas. A imprensa dos Amorim deveria divulgar os processos de Edivan Amorim, um costumeiro frequentador do Judiciário pelas ilicitudes praticadas", disse
Deputado federal do DEM não gostou de ver o NE Notícias (site ligado aos Amorim) noticiar que ele perdeu na Justiça para o também deputado federal Rogério Carvalho, em ação relacionada à inauguração do hospital infantil estadual e da maternidade Nossa Senhora de Lourdes; "o sistema de comunicação dos Amorim só divulgam o meu nome quando convém a eles. É a picaretagem mor da comunicação. É por isso que eu digo sempre. Trata-se de um bando de oportunistas. A imprensa dos Amorim deveria divulgar os processos de Edivan Amorim, um costumeiro frequentador do Judiciário pelas ilicitudes praticadas", disse (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 – Depois de um período – até longo – sem fazer os costumeiros comentários críticos a Edivan Amorim e ao senador Eduardo Amorim (PSC), o deputado federal Mendonça Prado (DEM) utilizou sua conta no Twitter na tarde desta segunda-feira (26) para atacá-los. A motivação do parlamentar foi o fato do NE Notícias (site de Gilmar Carvalho) ter noticiado que Mendonça perdeu processo que movia contra o também deputado federal Rogério Carvalho (PT).

“O sistema de comunicação dos Amorim só divulgam o meu nome quando convém a eles. É a picaretagem mor da comunicação. É por isso que eu digo sempre. Trata-se de um bando de oportunistas. A imprensa dos Amorim deveria divulgar os processos de Edivan Amorim, um costumeiro frequentador do Judiciário pelas ilicitudes praticadas. Eu não entendo como a Receita Federal ainda não convocou Edivan Amorim para explicar a sua riqueza. Que país é esse? O Amorim, réu em diversos processos, é o frequentador número 1 do Judiciário”, afirmou.

Para Mendonça, Amorim é um “cara de pau, que divulga a contenda dos outros”. O demista afirmou ainda que “Amorim ingressou em juízo para impedir a juventude de alardear os seus processos”. “Trata-se de uma quantidade exorbitante de ilicitudes. Amorim reponde por diversos crimes na Justiça e ainda quer botar um boneco no governo do estado. Qual o objetivo? Amorim que transformar o Estado numa grande transportadora, algo semelhante a Amorim Transportes. Vocês já sabem o final disso”.

Só no final sobrou para Rogério Carvalho: “Quanto a Rogério Carvalho, eu devo dizer que em breve trarei informações precisas”. “Ele e Amorim são os responsáveis pela saúde de Sergipe”.

PROCESSO

No processo que move contra o deputado petista, Mendonça alega que o ex-governador João Alves Filho havia entregue o Hospital Pediátrico José Machado de Souza e a maternidade Nossa Senhora de Lourdes em condições de atendimento e que foram fechados pelo então secretário de saúde, Rogério Carvalho e pelo Governo de Sergipe.

De acordo com os autos do processo, “o Hospital Pediátrico Doutor José Machado de Souza foi inaugurado simbolicamente pelo ex-governador da época, mas de fato o prédio foi entregue sem mobiliário técnico, sem equipamento, sem quadro de pessoal e sem cabeamento elétrico”. Além disso, a arquitetura do prédio foi considerada inadequada para crianças, e por isso se fez necessário a intervenção para adequação à finalidade original.

Quanto a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, a unidade também foi simbolicamente inaugurada pelo governador que saía, e que além de não possuir pessoal capacitado para operar equipamentos de alta tecnologia, a obra só teria sido entregue pela Organização Mundial da Família em 28 de março de 2007. Logo após a entrega do prédio, com o período das chuvas, a unidade hospitalar ficou alagada.

Mendonça Prado, além de ser desmentido judicialmente, foi condenado a pagar as custas do processo julgado pela magistrada Simone de Oliveira Fraga.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email