Mendonça volta a bater forte contra governo Dilma

O líder do DEM na Câmara Federal, Mendonça Filho (PE), voltou a bater no governo da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) 2014, divulgado nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando um crescimento de apenas 0,1%,, apenas reforça que a presidente Dilma teria praticado um "estelionato eleitoral" durante a campanha eleitoral; "Em resumo, os dados do IBGE mostram que o brasileiro está mais pobre. É mais um capítulo do estelionato eleitoral. Na campanha, Dilma disse que a inflação estava controlada e a economia estava bem", criticou

O líder do DEM na Câmara Federal, Mendonça Filho (PE), voltou a bater no governo da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) 2014, divulgado nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando um crescimento de apenas 0,1%,, apenas reforça que a presidente Dilma teria praticado um "estelionato eleitoral" durante a campanha eleitoral; "Em resumo, os dados do IBGE mostram que o brasileiro está mais pobre. É mais um capítulo do estelionato eleitoral. Na campanha, Dilma disse que a inflação estava controlada e a economia estava bem", criticou
O líder do DEM na Câmara Federal, Mendonça Filho (PE), voltou a bater no governo da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) 2014, divulgado nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando um crescimento de apenas 0,1%,, apenas reforça que a presidente Dilma teria praticado um "estelionato eleitoral" durante a campanha eleitoral; "Em resumo, os dados do IBGE mostram que o brasileiro está mais pobre. É mais um capítulo do estelionato eleitoral. Na campanha, Dilma disse que a inflação estava controlada e a economia estava bem", criticou (Foto: Paulo Emílio)

247 - O líder do DEM na Câmara Federal, Mendonça Filho (PE), voltou a bater no governo da presidente Dilma Rousseff. Para o democrata, o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) 2014, divulgado nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontando um crescimento de apenas 0,1%,, apenas reforça que a presidente Dilma teria praticado um "estelionato eleitoral" durante a campanha eleitoral.

"Em resumo, os dados do IBGE mostram que o brasileiro está mais pobre. É mais um capítulo do estelionato eleitoral. Na campanha, Dilma disse que a inflação estava controlada e a economia estava bem", criticou. Mendonça também observou que o crescimento de 0,1% apontado pelo IBGE é o pior resultado desde 2009 e que o PIB per capita caiu 0,7%, o que afeta diretamente os trabalhadores.

"Infelizmente, quem está pagando a conta da crise econômica são os brasileiros, com o corte de direitos trabalhistas, aumento de juros, redução no poder de compra, inflação e desemprego", disparou.

Para ele, o governo precisa agir rapidamente para evitar que as previsões para 2015 – onde a inflação deverá chegar a 8% e o PIB deve encolher em até 1% - não se confirmem. "O governo tem que reduzir o tamanho da máquina pública, que está aparelhada pelo PT; aumentar a poupança e o investimento; reduzir a carga tributária para que o país volte a crescer e gerar empregos, com inflação baixa", disse.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247