Mesmo blindado pela Justiça, Alckmin não chega a 20% do tamanho de Lula

A decisão de golpear a democracia brasileira, após derrotadas em quatro eleições consecutivas, foi um tiro pela culatra pelo PSDB, que, com os 6% de Geraldo Alckmin, nunca largou tão mal numa corrida presidencial. Com esses números, o tucano não chega nem a 20% do tamanho de Lula, que, segundo o Datafolha, tem 31%. Além disso, Alckmin perde para Jair Bolsonaro e Alvaro Dias, nas regiões Sudeste e Sul

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva 2
Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva 2 (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A decisão de golpear a democracia brasileira, após derrotadas em quatro eleições consecutivas, foi um tiro pela culatra pelo PSDB, que, com os 6% de Geraldo Alckmin, nunca largou tão mal numa corrida presidencial. Com esses números, o tucano não chega nem a 20% do tamanho de Lula, que, segundo o Datafolha, tem 31%. Além disso, Alckmin perde para Jair Bolsonaro e Alvaro Dias, nas regiões Sudeste e Sul, segundo informa a coluna Painel:

O Datafolha mostra que regiões que apoiaram o PSDB nas últimas eleições agora olham para outros candidatos. No Sudeste, Geraldo Alckmin aparece sempre atrás de Jair Bolsonaro (PSL), com diferença de no mínimo sete pontos percentuais. No Sul, Álvaro Dias (Podemos) abocanha parcela importante do eleitorado. Enquanto Alckmin marca no máximo 5% das intenções de votos, ele chega a até 16%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247