Metrô: Wagner recebe ACM Neto logo cedo nesta sexta

Reunião que aconteceria hoje e foi remarcada para esta sexta, assim como as outras, deve pôr fim à novela melodramática, segundo os dois gestores; o 'metrô' é tão sinistro que até já ameaça a histórica boa relação do petista com o democrata; os dois só se desentenderam até então por causa do 'meio de transporte'

Metrô: Wagner recebe ACM Neto logo cedo nesta sexta
Metrô: Wagner recebe ACM Neto logo cedo nesta sexta
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Depois de adiar (sem dizer o motivo) a reunião que teria hoje com o prefeito ACM Neto (DEM) para tratar do metrô de Salvador, o governador Jaques Wagner (PT) comunicou à imprensa que o encontro acontecerá nesta sexta-feira (5) às 8h na Governadoria.

Por mais que tentem e tenham boa vontade, Wagner e ACM Neto não conseguem resolver o impasse que impede a transferência do sistema de transporte para o Estado. 

Em construção há 14 anos e ao custo de pouquinho mais de R$ 1,2 bilhão, o 'sistema de transporte público de massa' da terceira maior capital do Brasil, que tem seis quilômetros de extensão (da Lapa à Rótula do Abacaxi), só ainda não está sob cessão do Estado por causa de discordância do modelo e do valor da tarifação, segundo as duas instâncias do Poder Executivo.

Vale esclarecer, contudo, que toda a celeuma é para a prefeitura transferir para o governo do estado a concessão do modal. Para ele funcionar, são outros 500. O governador diz que só há viabilidade para o metrô funcionar junto com o da Paralela, aquele que ele próprio anunciou há quase dois anos para ligar Salvador a Lauro de Freitas. Nem uma pedra sequer foi removida da Avenida Paralela, por onde o metrô passará.

A reunião que aconteceria hoje, assim como as outras, deveria pôr fim à novela melodramática. O 'metrô' é tão sinistro que até já ameaça a histórica boa relação do petista com o democrata. Os dois só se desentenderam até então por causa do 'meio de transporte'.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email