"Meu pai estava na UTI e Dimas queria assumir o PR”

Deputada Luana Ribeiro reagiu com indignação à nomeação do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, para presidência do PR no Tocantins; em discurso na tribuna da Assembleia, Luana disse que ficou sabendo da decisão e criticou o que considerou como falta de consideração do senador Alfredo Nascimento, presidente nacional do PR; “Eu tive grande maioria do partido, mas quem decide é a Nacional. Nacional esta que eu respeito muito, respeito muito o senador Alfredo Nascimento, apesar de ele não ter tido a consideração de pegar o telefone e me ligar e avisar que o Partido seria presidido por outra pessoa”, afirmou

Deputada Luana Ribeiro reagiu com indignação à nomeação do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, para presidência do PR no Tocantins; em discurso na tribuna da Assembleia, Luana disse que ficou sabendo da decisão e criticou o que considerou como falta de consideração do senador Alfredo Nascimento, presidente nacional do PR; “Eu tive grande maioria do partido, mas quem decide é a Nacional. Nacional esta que eu respeito muito, respeito muito o senador Alfredo Nascimento, apesar de ele não ter tido a consideração de pegar o telefone e me ligar e avisar que o Partido seria presidido por outra pessoa”, afirmou
Deputada Luana Ribeiro reagiu com indignação à nomeação do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, para presidência do PR no Tocantins; em discurso na tribuna da Assembleia, Luana disse que ficou sabendo da decisão e criticou o que considerou como falta de consideração do senador Alfredo Nascimento, presidente nacional do PR; “Eu tive grande maioria do partido, mas quem decide é a Nacional. Nacional esta que eu respeito muito, respeito muito o senador Alfredo Nascimento, apesar de ele não ter tido a consideração de pegar o telefone e me ligar e avisar que o Partido seria presidido por outra pessoa”, afirmou (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 – A deputada estadual Luana Ribeiro (PR) reagiu com indignação nesta quarta-feira, 12, na Assembleia Legislativa, à nomeação do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, para a presidência do PR no Tocantins. Luana Ribeiro, que foi nomeada membro da comissão provisória do partido, disse que ficou sabendo da decisão pela imprensa e acusou Ronaldo Dimas de querer o comando do PR quando o ex-presidente, senador João Ribeiro, estava na UTI.

"Ronaldo Dimas estava pleiteando a presidência do partido desde que meu pai estava na UTI. Isso é gravíssimo, porque eu acho que, enquanto há vida, há esperança. Meu pai estava vivo e ele já pleiteava a presidência", criticou a parlamentar. O senador João Ribeiro faleceu no dia 18 de dezembro do ano passado.

Em discurso na tribuna da Assembleia, Luana Ribeiro disse que pôs seu nome para a disputa da presidência do partido a pedido dos companheiros e criticou o que considerou como falta de consideração do presidente do partido. “Eu tive grande maioria do partido, mas quem decide é a Nacional. Nacional esta que eu respeito muito, respeito muito o senador Alfredo Nascimento, apesar de ele não ter tido a consideração de pegar o telefone e me ligar e avisar que o Partido seria presidido por outra pessoa”, afirmou.

Além de ter tomado conhecimento da decisão pela imprensa, a parlamentar afirmou também que foi comunicada na manhã desta quarta-feira que haveria uma reunião da comissão provisória.  “Eu fico pensando, este não é o formato, não é o modelo que o Partido da República adotava”.

Luana Ribeiro anunciou que não fará parte da comissão provisória para qual foi nomeada, "porque o partido deixou de ser o partido original, dos seus ideais, da sua origem", mas afirmou que respeitará as decisões do partido.

"Respeito a decisão do partido, vou respeitar o meu partido como sempre respeitei, acatando as decisões, seguindo o que for necessário; e o que não for necessário não seguirei. Mas vou respeitar o novo presidente. Desejo-lhe sorte e sucesso na sua empreitada, que tenha êxito. Continue o trabalho com meu apoio, com o meu respeito e com a minha conversa franca e aberta, olhando olho no olho", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email