Militantes do PT farão “abraço coletivo” para proteger Lula

A militância do PT prepara um abraço coletivo ao prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP); a manifestação de apoio ao petista vai além de uma demonstração de força, terá o objetivo de fazer uma barreira humana para impedir provocações de grupos opostos. Aliados do ex-presidente vão manter uma vigília ao redor dele, evitando deixá-lo sozinho enquanto desembargadores do TRF-4 definem seu destino político

Militantes do PT farão “abraço coletivo” para proteger Lula
Militantes do PT farão “abraço coletivo” para proteger Lula (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - Na reta final ao julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre, a militância do PT prepara um abraço coletivo ao prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). A manifestação de apoio ao petista vai além de uma demonstração de força, terá o objetivo de fazer uma barreira humana para impedir provocações de grupos opostos. Aliados do ex-presidente vão manter uma vigília ao redor dele, evitando deixá-lo sozinho enquanto desembargadores do TRF-4 definem seu destino político.

Lula deve assistir ao julgamento da sede do partido, em São Paulo, ou de São Bernardo, berço político do PT. Aliados do petista preferem manter reserva do local.

A cúpula do PT distribuiu aos militantes ontem um documento em que desautoriza o uso de máscaras nos rostos. O texto diz também que não será permitida a entrada de “armas, drogas ou bebidas alcoólicas nos ônibus” das caravanas.

As informações são da Coluna do Estadão.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247