Minas confirma 32 mortes por febre amarela

Balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde apontou que foram notificados 391 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo que desses 58 são casos confirmados. foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram; em relação aos óbitos, há 83 óbitos suspeitos; desses, 32 óbitos foram confirmados

Balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde apontou que foram notificados 391 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo que desses 58 são casos confirmados. foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram; em relação aos óbitos, há 83 óbitos suspeitos; desses, 32 óbitos foram confirmados
Balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde apontou que foram notificados 391 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo que desses 58 são casos confirmados. foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram; em relação aos óbitos, há 83 óbitos suspeitos; desses, 32 óbitos foram confirmados (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - Balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, nessa segunda-feira (23), apontou que foram notificados 391 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo que desses 58 são casos confirmados. foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram: exame laboratorial detectável para Febre Amarela, exame laboratorial não detectável para dengue, histórico vacinal (não vacinado/vacinação ignorada), sinais e sintomas compatíveis com a definição de caso e exames complementares que caracterizam disfunção renal/hepática. Em relação aos óbitos, há 83 óbitos suspeitos. Desses, 32 óbitos foram confirmados.

Essas mortes ocorreram nos municípios de Ladainha (8), Ipanema (5), Teófilo Otoni (3), Piedade de Caratinga (2), Malacacheta (2), Imbé de Minas (2), São Sebastião do Maranhão (2), Itambacuri (2), Poté (1), Conceição de Ipanema (1), Setubinha (1), José Raydan (1), Ubaporanga (1).

Além desses, 01 óbito se refere a paciente residente na zona rural de Januária (MG), com local provável de infecção no Distrito de Várzea Bonita. A investigação epidemiológica está sendo realizada para confirmar o local provável de infecção, em conjunto com o Ministério da Saúde e do Distrito Federal, onde o paciente recebeu atendimento e foi diagnosticado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email