Minas é o 2° em geração de emprego, diz Caged

Minas Gerais registrou em abril o melhor saldo de geração de vagas de emprego dos últimos 10 meses; desde julho de 2015, o estado vinha tendo resultados negativos no Caged; em abril deste ano, no entanto, houve mais admitidos do que demitidos, com a geração de 3.886 novos postos de trabalho; com esse desfecho, Minas apresentou o segundo melhor resultado no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) entre os demais estados do País, ficando atrás apenas de Goiás; dos 853 municípios mineiros, 402 apresentaram saldo positivo (mais admitidos do que desligados) no Caged em abril; veja abaixo o quadro completo com os dados de todos os estados brasileiros

RIO DE JANEIRO, RJ, 18.10.2013: FEIRÃO/EMPREGO/RJ - Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio de Janeiro (ABRH) realiza feirão de emprego no Largo da Carioca. Eles fazem carteira de trabalho e encaminham candidatos para postos de trabalho. (Foto: E
RIO DE JANEIRO, RJ, 18.10.2013: FEIRÃO/EMPREGO/RJ - Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio de Janeiro (ABRH) realiza feirão de emprego no Largo da Carioca. Eles fazem carteira de trabalho e encaminham candidatos para postos de trabalho. (Foto: E (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Minas Gerais registrou em abril o melhor saldo de geração de vagas de emprego dos últimos 10 meses. Desde julho de 2015, o estado vinha tendo resultados negativos no Caged. Em abril deste ano, no entanto, houve mais admitidos do que demitidos, com a geração de 3.886 novos postos de trabalho. Com esse desfecho, Minas apresentou o segundo melhor resultado no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) entre os demais estados do país, ficando atrás apenas de Goiás.

Dos 853 municípios mineiros, 402 apresentaram saldo positivo (mais admitidos do que desligados) no Caged em abril. Em 41 municípios, foram gerados mais de 100 novos postos de trabalho.

Em Alfenas, no Sul de Minas, por exemplo, o saldo positivo foi de 986 postos de trabalho. Em Pimenta, Centro-Oeste do estado, a quantidade de admitidos superou a de demitidos em 538 pessoas. No Triângulo, Araxá relacionou saldo positivo de 526 novos postos de trabalho.

A maioria das vagas abertas foi na agropecuária, mas outros setores também contrataram mais. "Em Uberaba, no Triângulo Sul, município com o quinto melhor resultado na geração de vagas em abril – saldo positivo de 390 vagas –, os frigoríficos e o sistema de logística de transporte também incrementaram a geração de postos de trabalho", aponta o diretor de Gestão de Processos de Atendimento da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), Emanuel Marra.

Mesmo os municípios que apresentaram maior saldo negativo (encerramento de vagas de emprego) verificaram, em abril deste ano, um arrefecimento no fechamento de postos de trabalho, em relação aos últimos 10 meses.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247