Minas tem 17 mortes por afogamento no Carnaval

Dezessete pessoas morreram por afogamento durante os cincos dias de folia no Carnaval em Minas; de acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as regiões Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Varginha, no Sul do Estado, e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram as que mais registraram este tipo de incidente, sendo três em cada uma dessas localidades

Dezessete pessoas morreram por afogamento durante os cincos dias de folia no Carnaval em Minas; de acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as regiões Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Varginha, no Sul do Estado, e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram as que mais registraram este tipo de incidente, sendo três em cada uma dessas localidades
Dezessete pessoas morreram por afogamento durante os cincos dias de folia no Carnaval em Minas; de acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as regiões Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Varginha, no Sul do Estado, e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram as que mais registraram este tipo de incidente, sendo três em cada uma dessas localidades (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – Dezessete pessoas morreram por afogamento durante os cincos dias de folia no Carnaval em Minas Gerais. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as regiões Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, Varginha, no Sul do Estado, e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram as que mais registraram este tipo de incidente, sendo três em cada uma dessas localidades.

O trabalho de prevenção ao afogamento foi intensificado na represa da Várzea das Flores, entre as cidades de Contagem e Betim, também na Grande BH. Quatro pessoas tiveram suas vidas salvas neste local. Um homem de 30 anos morreu – o único óbito. Em Itabira, que fica no Vale do Aço, outra morte foi registrado. Em Caldas, Sul do estado, uma criança de 11 anos e um jovem de 14 também morreram.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email