Minas tem menos mortes nas estradas federais

O Carnaval de Minas Gerais teve uma redução de 2,5% no número de pessoas feridas e de 17,2% em 2014 nas estradas federais que cortam o estado; foram 347 feridos e 29 mortos neste ano contra 338 e 24, respectivamente, em 2013; no plano nacional, foram 3.201 acidentes, 1.823 feridos e 155 mortos

O Carnaval de Minas Gerais teve uma redução de 2,5% no número de pessoas feridas e de 17,2% em 2014 nas estradas federais que cortam o estado; foram 347 feridos e 29 mortos neste ano contra 338 e 24, respectivamente, em 2013; no plano nacional, foram 3.201 acidentes, 1.823 feridos e 155 mortos
O Carnaval de Minas Gerais teve uma redução de 2,5% no número de pessoas feridas e de 17,2% em 2014 nas estradas federais que cortam o estado; foram 347 feridos e 29 mortos neste ano contra 338 e 24, respectivamente, em 2013; no plano nacional, foram 3.201 acidentes, 1.823 feridos e 155 mortos (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – O Carnaval de Minas Gerais teve uma redução de 2,5% no número de pessoas feridas e de 17,2% em 2014 nas estradas federais que cortam o estado. Foram 347 feridos e 29 mortos neste ano contra 338 e 24, respectivamente, em 2013. No plano nacional, foram 3.201 acidentes, 1.823 feridos e 155 mortos.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR mais violenta do período carnavalesco foi a 040, sentido Rio de Janeiro, com oito mortes. O número de acidentes em Minas passou de 439 para 547, o que representou um aumento de 24,6%. Ao todo, foram realizados 12.340 testes, 168 autuações e 30 prisões em Minas.

Ao todo, foram emitidas 35 mil imagens captadas por excesso de velocidade, 69.251 testes de bafômetro, com 1.650 atuações por crime de trânsito. Como consequências das infrações, 406 prisões foram efetuadas em nível nacional.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email