Ministério libera R$ 63,9 mi para obras da Transposição

Ministério da Integração Nacional liberou mais de R$ 63,9 milhões, para as obras hídricas estruturantes que distribuirão a água do rio São Francisco para a população do semiárido nordestino; Canal do Sertão alagoano deverá receber R$ 7,7 milhões

Ministério da Integração Nacional liberou mais de R$ 63,9 milhões, para as obras hídricas estruturantes que distribuirão a água do rio São Francisco para a população do semiárido nordestino; Canal do Sertão alagoano deverá receber R$ 7,7 milhões
Ministério da Integração Nacional liberou mais de R$ 63,9 milhões, para as obras hídricas estruturantes que distribuirão a água do rio São Francisco para a população do semiárido nordestino; Canal do Sertão alagoano deverá receber R$ 7,7 milhões (Foto: Paulo Emílio)

GazetawebO Ministério da Integração Nacional liberou mais de R$ 63,9 milhões, nesta segunda-feira (7), para as obras hídricas estruturantes que distribuirão a água do rio São Francisco para a população de três Estados do semiárido nordestino. O Canal do Sertão alagoano deverá receber R$ 7,7 milhões, além de R$ 30,3 milhões para a Adutora do Agreste Pernambucano e R$ 25,9 milhões para a Vertente Litorânea Paraibana. Quando concluídas, mais de 2,2 milhões de pessoas serão beneficiadas nesses Estados.

No Canal do Sertão Alagoano, estão em atividades: o Trecho IV - com 58% de execução -, e a interligação do canal à adutora da bacia leiteira, que apresenta 65% de conclusão na primeira etapa. Atualmente, 358 mil pessoas no Estado recebem água dos trechos que já estão em operação (I, II, III e Adutora Alto Sertão).

Em Pernambuco, os investimentos de R$ 30,3 milhões serão aplicados na primeira fase da Adutora do Agreste. Mais de 1,3 milhão de pessoas contarão com água em 23 municípios pernambucanos. A obra está com 37% de execução, sendo que 65% dos tubos já estão instalados. A etapa contempla 571 quilômetros de extensão que incluem adutoras, reservatórios, estação de tratamento de água.

Já para a continuidade da Vertente Litorânea Paraibana, o governo estadual recebeu R$ 25,9 milhões. Mais de 631 mil habitantes na Mesorregião do Agreste Paraibano serão beneficiados. Com 55% de avanço físico, a obra vai receber água do Eixo Leste do Projeto São Francisco. Estão em construção 112,5 quilômetros de canais e túneis.

Garantia de recursos

Os investimentos federais fazem parte de um conjunto de medidas e ações de apoio do Ministério da Integração Nacional para os Estados que enfrentam um período de longa seca e estiagem. O objetivo é assegurar o abastecimento de água para a população.

Os repasses da União têm sido intensificados. Nos últimos cinco meses (entre junho e outubro) foram destinados R$ 266,8 milhões para as quatro obras estruturantes que receberão a água do rio São Francisco: Vertente Litorânea (PB), Canal do Sertão Alagoano (AL), Cinturão das Águas de Ceará (CE) e Adutora do Agreste (PE). O montante é superior aos primeiros cinco meses deste ano - janeiro a maio - que somaram R$ 155 milhões.

Em 2016, o mês de outubro teve o maior desembolso financeiro para esses empreendimentos. Foram pagos R$ 103,7 milhões, sendo R$ 43,2 para o Cinturão das Águas de Ceará; R$ 28 milhões para o Canal do Sertão Alagoano; R$ 25 milhões para a Adutora do Agreste; e R$ 7,4 para a Vertente Litorânea.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247