Ministério Público do Ceará empossa quatro novos promotores

Os novos promotores do MPCE deverão atender, a partir deste mês de novembro, as Comarcas de Irauçuba, Poranga, Croatá e Antonina do Norte

Os novos promotores do MPCE deverão atender, a partir deste mês de novembro, as Comarcas de Irauçuba, Poranga, Croatá e Antonina do Norte
Os novos promotores do MPCE deverão atender, a partir deste mês de novembro, as Comarcas de Irauçuba, Poranga, Croatá e Antonina do Norte (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Tomaram posse na manhã desta quarta-feira (16), durante a 9ª Sessão Solene do Colégio de Procuradores de Justiça, os promotores de Justiça Ana Carolina Lima, Emmanuela Braga Marques, Paulo Hilario Aragão e Vandisa Maria Frota. Os novos promotores deverão atender, a partir deste mês de novembro, as Comarcas de Irauçuba, Poranga, Croatá e Antonina do Norte.

O procurador-geral, Plácido Barroso Rios, destacou que os novos membros reforçarão o time de defesa da Justiça. "A vinda dos quatro novos colegas só vêm a reforçar o time do MPCE e faz parte da resposta que o MP dá à sociedade em face de momentos tão tenebrosos que estão sendo vivenciados, com o país em guerra contra as organizações criminosas. Estamos todos de mãos dadas formando uma corrente que busca trazer mais paz à sociedade e vossas excelências fazem parte de uma das instituições que tem a função de promover a justiça", disse.

O procurador-geral aproveitou o ensejo para ressaltar as ações que o Ministério Público cearense têm realizado para combater o crime. "Estamos recompondo os nossos órgãos de inteligência. Criamos o Núcleo de Investigação Criminal (NUINC) e esperamos que, junto com GAESF, GAECO e PROCAP, estes quatro núcleos ocupem uma sede única e trabalhem juntos, de forma interativa, dialogando entre si e com as demais instituições que fazem a segurança pública do nosso Estado", informou.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa do MPCE

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247