Ministro assina contrato para instalação de terminais

Nesta segunda-feira (06) o ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), Antônio Henrique Silveira, assina contrato de adesão dos dois terminais do Porto do Sul. Os investimentos privados para os complexos somarão R$ 5,6 bilhões

Nesta segunda-feira (06) o ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), Antônio Henrique Silveira, assina contrato de adesão dos dois terminais do Porto do Sul. Os investimentos privados para os complexos somarão R$ 5,6 bilhões
Nesta segunda-feira (06) o ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), Antônio Henrique Silveira, assina contrato de adesão dos dois terminais do Porto do Sul. Os investimentos privados para os complexos somarão R$ 5,6 bilhões (Foto: Voney Malta)

Bahia247 - Nesta segunda (06) o governador da Bahia, Jaques Wagner recebe o ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), Antônio Henrique Silveira, para assinatura do contrato de adesão dos dois terminais do Porto do Sul. Informação é do site Bocão News (http://www.bocaonews.com.br). A celebração do ato será às 9h, na Governadoria, no Centro Administrativo do Estado. Os secretários da Casa Civil, Rui Costa, e da Indústria Naval e Portuária, Carlos Costa, também participam da cerimônia.

A celebração do contrato permite a instalação dos Terminais de Utilização Privada (TUP's) do Estado e o da Bahia Mineração (Bamin), que formarão o maior empreendimento portuário do Nordeste. Os dois complexos foram outorgados pela pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Os investimentos privados para a construção do Porto Sul somarão R$ 5,6 bilhões.

O secretário da Indústria Naval e Portuária da Bahia, Carlos Costa, disse que o complexo Porto Sul será um eixo logístico com a capacidade de agregar ao sul e ao oeste baiano soluções capazes de colocar o Brasil entre os maiores fornecedores de minérios e grãos do mundo. Os investimentos privados para a construção do Porto Sul somarão R$ 5,6 bilhões. O governo baiano espera que é que a licitação seja concluída até junho e que o texto fique disponível para consulta pública por 60 dias.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247