Mitidieri volta a vetar Amorim com Valadares Filho

O deputado federal Fábio Mitidieri, presidente do PSD de Aracaju, reforçou, no início da semana, seu compromisso com a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) para prefeito de Aracaju, mas fez algumas ressalvas; ele voltou a “vetar” uma aliança de Valadares Filho com o grupo liderado pelo senador Eduardo Amorim (PSC); “Eu não tenho nada contra o senador. Eu votei nele em 2010. Agora eu tenho lado, eu tenho postura e eu fico com o governador Jackson Barreto (PMDB). Eu emprestei minha credibilidade e fui para as ruas pedir votos para ele”, disse

O deputado federal Fábio Mitidieri, presidente do PSD de Aracaju, reforçou, no início da semana, seu compromisso com a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) para prefeito de Aracaju, mas fez algumas ressalvas; ele voltou a “vetar” uma aliança de Valadares Filho com o grupo liderado pelo senador Eduardo Amorim (PSC); “Eu não tenho nada contra o senador. Eu votei nele em 2010. Agora eu tenho lado, eu tenho postura e eu fico com o governador Jackson Barreto (PMDB). Eu emprestei minha credibilidade e fui para as ruas pedir votos para ele”, disse
O deputado federal Fábio Mitidieri, presidente do PSD de Aracaju, reforçou, no início da semana, seu compromisso com a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) para prefeito de Aracaju, mas fez algumas ressalvas; ele voltou a “vetar” uma aliança de Valadares Filho com o grupo liderado pelo senador Eduardo Amorim (PSC); “Eu não tenho nada contra o senador. Eu votei nele em 2010. Agora eu tenho lado, eu tenho postura e eu fico com o governador Jackson Barreto (PMDB). Eu emprestei minha credibilidade e fui para as ruas pedir votos para ele”, disse (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 - O deputado federal Fábio Mitidieri, presidente do PSD de Aracaju, reforçou, no início da semana, seu compromisso com a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) para prefeito de Aracaju, mas fez algumas ressalvas.

Ele voltou a “vetar” uma aliança de Valadares Filho com o grupo liderado pelo senador Eduardo Amorim (PSC). “Eu não tenho nada contra o senador. Eu votei nele em 2010. Agora eu tenho lado, eu tenho postura e eu fico com o governador Jackson Barreto (PMDB). Eu emprestei minha credibilidade e fui para as ruas pedir votos para ele”, disse.

“Eu não tenho como ascender vela para dois senhores! Comigo isso não funciona e eu não sei fazer política assim. Valadares Filho tem dado todo o sentido que vai ficar com o agrupamento de JB e eu não acredito que haja essa aliança (com Amorim). Embora eu deseje toda a sorte do mundo a Valadares, se acontecer (aliança), eu não tenho condições de acompanhar”, completou.

Fábio lembrou que os partidos que compõem a base do governador Jackson Barreto estão bem distribuídos entre os projetos de Valadares Filho e de Edvaldo Nogueira (PCdoB). “PMDB, PT e PCdoB estão de um lado; PSD, PSB e PROS estão do outro. Falta ainda o PDT e o PRB. Está bem distribuído. Valadares Filho tem sido muito correto comigo e está buscando fortalecer seu projeto. Eu converso muito com Edvaldo, que é meu amigo. Tenho um carinho grande por ele e cheguei a convidá-lo para o PSD para ser o nosso candidato lá atrás. Respeitei isso, mas optamos por Valadares que é um grande nome para a nossa capital. Como também é o vereador e pré-candidato Emerson Ferreira (Rede) que é um homem sério”, destacou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247