Mortes por diarréia: AL voltou ao séc. XIX

O secretário de Estado da Saúde, Jorge Villas Bôas, revelou que Alagoas registrou 80 mil casos de diarréia, com 51 mortes, principalmente de crianças e idosos. Por isso, ele afirmou que Alagoas voltou ao século XIX. Entretanto, ao o ser questionado sobre o baixo número de mortes ocorridas no estado de Pernambuco por conta da diarreia, Villas Bôas disse que o quantitativo divulgado pode não ser condizente com a realidade. 

Mortes por diarréia: AL voltou ao séc. XIX
Mortes por diarréia: AL voltou ao séc. XIX
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247- Com mais de 80 mil casos e 51 mortes causadas por diarreia desde maio, o secretário de Estado da Saúde, Jorge Villas Bôas, afirmou, nesta quinta-feira (1º), durante coletiva, que "Alagoas voltou ao século XIX". Foram 29 idosos e 19 crianças mortas por conta da doença. Segundo o gestor, ainda existem 16 municípios com epidemia de diarreia em Alagoas, mas esse número chegou a 25.

“É inadmissível, que em pleno século 21, ainda morram pessoas por conta de diarreia. Alagoas voltou ao século 19 e agora, com as medidas preventivas que estão sendo adotadas, estamos avançando para o século 21”, destacou o secretário.

De acordo com ele, não é justo colocar a culpa pelas mortes por diarreia nos atendimentos médicos feitos nos municípios, tendo em vista que a doença deve começar a ser tratada em casa. Ao ser questionado sobre o baixo número de mortes ocorridas no estado de Pernambuco por conta da diarreia, Villas Bôas disse que o quantitativo divulgado pode não ser condizente com a realidade. 

No estado vizinho, foram registrados 130 mil casos de diarreia, número superior aos ocorridos em Alagoas. Apesar disso, foram registradas apenas seis mortes. 

“Os óbitos podem acontecer e não serem registrados. Existe, por exemplo, município alagoano com mortalidade infantil zero. Será que ele possui a saúde no padrão da Suíça?”, questionou, ressaltando que a Sesau tem buscado semanalmente, junto aos municípios, atualizar o número de casos de diarreia ocorridos em Alagoas.

 Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247