Movimentos farão ato contra golpe e em defesa do PT

Movimentos sociais e partidos de esquerda realizarão,, neste sábado (26) um ato público na Praça da Sé, região central de São Paulo, em defesa do PT, da democracia e também repudiar a criminalização dos movimentos sociais; movimentação é articulada pela Frente Popular pela Democracia 

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Rede Brasil Atual - Movimentos sociais e partidos de esquerda realizam ato público amanhã (26), a partir das 12h, na Praça da Sé, região central de São Paulo, em defesa do PT. O analista político Paulo Vannuchi afirmou hoje, em sua coluna na Rádio Brasil Atual, que é a oportunidade para o partido reagir ao golpe. "Esse ato serve para o PT sair da toca, vestir as suas cores e voltar à rua."

O ato tem o intuito de defender a democracia e repudiar a criminalização dos movimentos sociais. Para Vannuchi, o evento surge em um momento importante. "O ato vem em uma hora necessária, já que acaba de acontecer o episódio da agressão verbal, em Fortaleza, contra o líder do MST, João Pedro Stedile."

O analista político conta que os movimentos juvenis que integram o ato lembram as rebeliões contra o golpe em 1968, na cidade de Paris. "O evento coincide com o início da primavera. Em 68, houve rebeliões estudantis, e em um dos muros havia uma pichação 'O inverno foi deles e a primavera será nossa'."

A Frente Popular pela Democracia articula o movimento, que contará com as participações do PT, PCdoB, PDT, CUT, CTB, Frente de Luta por Moradia (FLM), União Nacional dos Estudantes (UNE), União da Juventude Socialista (UJS), Coletivo de Luta pela Água, entre outros movimentos sociais e sindicais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247