MP arquiva investigação contra presidente da Câmara de SP

Promotores não encontraram provas de que o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antônio Donato (PT), tenha recebido propina de fiscais da prefeitura envolvidos na Máfia do ISS; a apuração foi aberta em novembro de 2013 após o ex-servidor Eduardo Barcellos, um dos integrantes da quadrilha que fraudava o ISS, ter citado repasse ao vereador entre dezembro de 2011 e setembro de 2012

Promotores não encontraram provas de que o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antônio Donato (PT), tenha recebido propina de fiscais da prefeitura envolvidos na Máfia do ISS; a apuração foi aberta em novembro de 2013 após o ex-servidor Eduardo Barcellos, um dos integrantes da quadrilha que fraudava o ISS, ter citado repasse ao vereador entre dezembro de 2011 e setembro de 2012
Promotores não encontraram provas de que o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antônio Donato (PT), tenha recebido propina de fiscais da prefeitura envolvidos na Máfia do ISS; a apuração foi aberta em novembro de 2013 após o ex-servidor Eduardo Barcellos, um dos integrantes da quadrilha que fraudava o ISS, ter citado repasse ao vereador entre dezembro de 2011 e setembro de 2012 (Foto: Roberta Namour)

247 - O Ministério Público de São Paulo arquivou a investigação contra o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antônio Donato (PT).

Os promotores não encontraram provas de que ele tenha recebido propina de fiscais da prefeitura envolvidos na Máfia do ISS.

A apuração foi aberta em novembro de 2013 após o ex-servidor Eduardo Barcellos, um dos integrantes da quadrilha que fraudava o ISS, ter citado repasse ao vereador entre dezembro de 2011 e setembro de 2012.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247