MPF-BA repudia rejeição do Senado a indicado ao CNMP

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF-BA) divulgou nota manifestando "indignação" com a rejeição pelo Senado do procurador Vladimir Aras à vaga do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); com 499 votos, o baiano foi o membro mais votado pelo Colégio de Procuradores para a lista tríplice destinada à vaga do MPF na renovação do CNMP, mas na votação em plenário ele só conseguiu aprovação de 38 senadores; ele precisava de 41 votos

MPF-BA repudia rejeição do Senado a indicado ao CNMP
MPF-BA repudia rejeição do Senado a indicado ao CNMP

Bahia 247

Os procuradores da República no Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) manifestaram indignação diante da rejeição pelo Senado de um membro da instituição à vaga do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Com 499 votos, o procurador baiano Vladimir Aras foi o membro mais votado pelo Colégio de Procuradores para a lista tríplice destinada à vaga do MPF na renovação do CNMP para o biênio 2013-2015. O procurador também teve seu nome aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

Contudo, na votação no plenário do Senado ontem, Aras recebeu 38 votos favoráveis, mas seriam necessários 41 para sua aprovação. Depois que o resultado da votação foi anunciado, quatro senadores pediram ao presidente do Senado, Renan Calheiros, para que seus votos favoráveis fossem computados.

O pedido foi rejeitado pelo presidente da casa, mas um recurso do senador Wellington Dias foi encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça para que analisasse a situação.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247