MPF diz que prefeito tinha "amplo projeto criminoso"

O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSD), preso na segunda-feira (18), é acusado de manter um "amplo projeto criminoso" para favorecer seu grupo econômico na cidade; Ministério Público Federal afirma que o Muniz realizou ‘favorecimento ilegítimo’ do Ambar Saúde (Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira), grupo hospitalar ligado à família do próprio prefeito e também trabalhava para destruir hospitais concorrentes; um dia antes de ser preso, o prefeito havia sido elogiado publicamente pela mulher, a deputada Raquel Muniz (PSD/MG), durante votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff

O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSD), preso na segunda-feira (18), é acusado de manter um "amplo projeto criminoso" para favorecer seu grupo econômico na cidade; Ministério Público Federal afirma que o Muniz realizou ‘favorecimento ilegítimo’ do Ambar Saúde (Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira), grupo hospitalar ligado à família do próprio prefeito e também trabalhava para destruir hospitais concorrentes; um dia antes de ser preso, o prefeito havia sido elogiado publicamente pela mulher, a deputada Raquel Muniz (PSD/MG), durante votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff
O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSD), preso na segunda-feira (18), é acusado de manter um "amplo projeto criminoso" para favorecer seu grupo econômico na cidade; Ministério Público Federal afirma que o Muniz realizou ‘favorecimento ilegítimo’ do Ambar Saúde (Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira), grupo hospitalar ligado à família do próprio prefeito e também trabalhava para destruir hospitais concorrentes; um dia antes de ser preso, o prefeito havia sido elogiado publicamente pela mulher, a deputada Raquel Muniz (PSD/MG), durante votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSD), preso na segunda-feira (18), é acusado de manter um "amplo projeto criminoso" para favorecer seu grupo econômico na cidade. O Ministério Público Federal afirma que o Muniz realizou ‘favorecimento ilegítimo’ do Ambar Saúde (Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira), grupo hospitalar ligado à família do próprio prefeito.

A acusação diz ainda que o prefeito Muniz ‘destruiu’ hospitais concorrentes na cidade. Por ordem do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF1). Também foi presa a secretária municipal de Saúde Ana Paula de Oliveira Nascimento. “A secretária municipal de Saúde aderiu ao programa criminoso do seu chefe”, diz a Procuradoria.

Um dia antes de ser preso, o prefeito havia sido elogiado publicamente pela mulher, a deputada Raquel Muniz (PSD/MG). Durante a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Plenário da Câmara, a parlamentar disse que o ‘Brasil tinha jeito’. Enalteceu, então, a gestão do marido no município de Montes Claros.

“Meu voto é pra dizer que o Brasil tem jeito, o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão”, afirmou a deputada no calor da votação do Plenário que, com 367 votos autorizou a continuidade do processo de afastamento da petista que seguiu para o Senado. “Meu voto é pelo Brasil”, concluiu a deputada.

Na denúncia contra Ruy Muniz, a Procuradoria faz histórico de sua carreira. “O acusado Ruy Muniz tornou-se notório no Estado de Minas Gerais, em fins dos anos 80, por um golpe milionário contra o Banco do Brasil. No final dos anos 90, em negociação nebulosa, assumiu uma entidade filantrópica preexistente e passou a sistematicamente abusar de sua personalidade jurídica para vultosa sonegação de tributos e contribuições beneficiárias perpetrados suas empresas, ingente enriquecimento pessoal e familiar, e proselitismo político”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email