MST bloqueia rodovias em Pernambuco

Techos da BR-101, nos municípios de Xéxeu e Gameleira (ambos na Zona da Mata Sul), e da BR 232, no município sertanejo de Pesqueira, estão bloqueados por conta das manifestações da Jornada Nacional de Lutas, promovida por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE), já foram liberados trechos da BR-101, BR-104, BR-408 e BR-232

MST bloqueia rodovias em Pernambuco
MST bloqueia rodovias em Pernambuco
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Trechos da BR-101, nos municípios de Xéxeu e Gameleira (ambos na Zona da Mata Sul), e da BR 232, no município sertanejo de Pesqueira, estão bloqueados por conta das manifestações da Jornada Nacional de Lutas, promovida por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE), já foram liberados trechos da BR-101, em Goiana, Mata Norte do Estado, da BR-104, na altura das cidades de Lajes e Agrestina, no Agreste pernambucano, na BR-408, em São Lourenço da Mata, Zona Oeste do Grande Recife, e na BR-232, em Moreno, também na Região Metropolitana.

Como parte da Jornada Nacional de Lutas, no último dia 9, cerca de cem famílias ocuparam o Engenho Pimentel, no município do Cabo de Santo Agostinho. Já nesta segunda-feira (15), 50 representantes do MST ocuparam a fazenda Fruit Fort, na BR-235, em Petrolina, Sertão do Estado. Vale ressaltar que o local, em frente em Aeroporto Senador Nilo Coelho, já havia sido ocupado em agosto de 2012, mas foi desocupada por determinação judicial.

Em Pernambuco existem cerca de 160 acampamentos que abrigam mais de 16 mil famílias, segundo informações do próprio MST. De acordo com dados do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra), 57% dos latifúndios cadastrados no Estado são improdutivos, o que representa 411.657 hectares de terras.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247