MTST: ocupação gigante em São Bernardo retrata crise e esperança do povo

Chegou ao décimo dia a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) de um terreno ocioso em São Bernardo do Campo, no ABC paulista; cerca de quatro mil famílias estão atualmente no local, que fica na rua João Augusto de Souza, em frente à fábrica da Scânia; são 60 mil metros quadrados que nunca foram utilizados; "Esta foto é uma das maiores ilustrações da crise social no país. Com o desemprego, muitos trabalhadores não conseguem mais pagar aluguel e por isso ocupam. Mas ela também retrata a esperança de quem aposta na luta e na resistência. Viva a ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo!", comentou o MTST em sua página no Facebook   

Chegou ao décimo dia a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) de um terreno ocioso em São Bernardo do Campo, no ABC paulista; cerca de quatro mil famílias estão atualmente no local, que fica na rua João Augusto de Souza, em frente à fábrica da Scânia; são 60 mil metros quadrados que nunca foram utilizados; "Esta foto é uma das maiores ilustrações da crise social no país. Com o desemprego, muitos trabalhadores não conseguem mais pagar aluguel e por isso ocupam. Mas ela também retrata a esperança de quem aposta na luta e na resistência. Viva a ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo!", comentou o MTST em sua página no Facebook 
 
Chegou ao décimo dia a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) de um terreno ocioso em São Bernardo do Campo, no ABC paulista; cerca de quatro mil famílias estão atualmente no local, que fica na rua João Augusto de Souza, em frente à fábrica da Scânia; são 60 mil metros quadrados que nunca foram utilizados; "Esta foto é uma das maiores ilustrações da crise social no país. Com o desemprego, muitos trabalhadores não conseguem mais pagar aluguel e por isso ocupam. Mas ela também retrata a esperança de quem aposta na luta e na resistência. Viva a ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo!", comentou o MTST em sua página no Facebook    (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - Chegou ao décimo dia a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) de um terreno ocioso em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Cerca de quatro mil famílias estão atualmente no local. 

A área fica na rua João Augusto de Souza, em frente à fábrica da Scânia. São 60 mil metros quadrados que nunca foram utilizados. "O terreno sempre foi desocupado. A região é muito bem localizada em São Bernardo, e a cidade tem o maior déficit habitacional da região do ABC, são mais de 90 mil famílias sem moradia", destacou o coordenador do MTST Josué Rocha. 

O MTST encaminhou uma nota à imprensa ressaltando que a área desocupada não cumpre o princípio da função social previsto na legislação. "Um terreno particular que nunca recebeu qualquer uso além da cruel especulação imobiliária e total desrespeito da função social da propriedade, definida pela Constituição de 1988 como obrigatória, que exige que toda propriedade tenha algum uso que envolva 'o atendimento das necessidades dos cidadãos quanto à qualidade de vida, à justiça social e ao desenvolvimento das atividades econômicas'", afirma.

Nesta terça-feira, 12, o MTST divulgou imagens aéreas do local que registram a imensidão da ocupação. "Esta foto é uma das maiores ilustrações da crise social no país. Com o desemprego, muitos trabalhadores não conseguem mais pagar aluguel e por isso ocupam. Mas ela também retrata a esperança de quem aposta na luta e na resistência. Viva a ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo!", comentou o MTST em sua página no Facebook. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247