Mulher dá à luz 'filho' do MPL na Câmara Municipal

"O parto foi árduo e cheio de complicações! Ainda que esse acontecimento não seja uma realidade nesta cidade, existe no sonho de todo brasileiro que depende do Transporte Público, e muitos já conquistaram esse ideal. Agora, depende de nós, cidadãos, irmos às ruas mostrar que quem manda é o povo!!!", diz o grupo MPL Salvador em vídeo com encenação do 'parto' postado no YouTube diretamente do plenário da Câmara Municipal, onde eles estão instalados há duas semanas; veja vídeo do 'parto'

Mulher dá à luz 'filho' do MPL na Câmara Municipal
Mulher dá à luz 'filho' do MPL na Câmara Municipal
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Nasceu nesta segunda-feira (5) o 'filho' do Movimento Passe Livre (MPL) no plenário da Câmara Municipal de Salvador, onde um grupo de 20 manifestantes está instalado desde o último dia 22 de julho.

"O parto foi árduo e cheio de complicações! Ainda que esse acontecimento não seja uma realidade nesta cidade, existe no sonho de todo brasileiro que depende do Transporte Público, e muitos já conquistaram esse ideal. Agora, depende de nós, cidadãos, irmos às ruas mostrar que quem manda é o povo!!!", diz o grupo MPL Salvador em vídeo com encenação do 'parto' postado no YouTube.

A pauta do Legislativo municipal está trancada desde a última quarta-feira (31), quando expirou o prazo regimental para votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da Prefeitura de Salvador.

'Acampados' na Câmara há duas semanas, os manifestantes do Movimento Passe Livre afirmam que só deixarão o plenário após a redução do valor da tarifa dos ônibus coletivos dos atuais R$ 2,80 para R$ 2,50.

O grupo 'exige' ainda ampliação do bilhete único e do programa Domingo é Meia, coletivos à disposição por 24 horas, realização da Conferência Municipal de Transportes e implantação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), na própria Câmara, para "devassar" a chamada "caixa-preta" do Setps, associação dos empresários de ônibus da capital baiana.

Como medida para atender aos pleitos do movimento, o prefeito ACM Neto (DEM) implantou o bilhete único, mas o benefício é restrito aos usuários do cartão Salvador Card e estendeu a abrangência do Domingo é Meia. Mas o MPL ainda não está satisfeito.

Quanto à principal reivindicação, a da redução do valor da passagem, o prefeito continua a dizer que não há condição de atendê-lo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247